Entretenimento

Porteiro sofre agressão após não liberar moradoras de condomínio: "Levei um soco no olho"

Da Redação, com Melhor da Tarde 27/08/2020 • 18:40
Porteiro foi agredido após barrar moradoras em portaria
Porteiro foi agredido após barrar moradoras em portaria
Reprodução/Band

Um porteiro de um condomínio de Goiânia estava cumprindo seu horário de trabalho normalmente até que uma moradora chegou ao prédio, mas a biometria a não reconheceu. Após pedir os dados dela para liberá-la, a mulher começou a agredir o porteiro verbalmente. No vídeo divulgado, ela grita e xinga o trabalhador.

Édson Soares falou com o Melhor da Tarde sobre a situação. "Por não saber quem eram essas moradoras, eu acabei barrando essas pessoas e pedi para identificá-las através da biometria para saber se era moradora ou não. Uma delas se exaltou, falou palavras pesadas, me agrediu verbalmente e fisicamente. Levei um soco no olho, fiquei com o olho inchado por causa dessa situação", conta.

Na entrevista com Catia Fonseca o trabalhador lamentou o episódio. "É complicado porque, nós que somos porteiros, somos a segurança do prédio onde vocês moram. Se fosse livre acesso para qualquer pessoa, ninguém iria gostar de morar em condômino", disse. O porteiro afirmou que está em busca da Justiça para tomar as providenciais cabíveis diante dessa situação.