Entretenimento

Will Smith pede desculpas a Chris Rock por comportamento "inaceitável"

Ator disse que teve um comportamento "indesculpável" ao acertar um tapa no comediante

Da Redação

Will Smith dá tapa em Chris Rock ao vivo no Oscar Reuters
Will Smith dá tapa em Chris Rock ao vivo no Oscar
Reuters

O ator Will Smith resolveu fazer um pedido público de desculpas a Chris Rock na noite desta segunda-feira (28). Ele acertou um tapa no comediante durante a cerimônia do Oscar, no domingo (27). A agressão aconteceu por causa de um comentário de Chris sobre a falta de cabelo de Jada Pinkett Smith, esposa do ator - ela tem essa condição por causa da doença alopecia.

Vídeo: entenda a alopecia, doença de Jada Smith

Will publicou o pedido de desculpas nas redes sociais. Ele escreveu que não devia ter partido para a violência e disse que agiu de forma emocional, com um comportamento que definiu como “inaceitável e indesculpável".

Will venceu o Oscar de melhor ator, pela interpretação no filme "King Richard: Criando campeãs". No discurso ele pediu desculpas pelo ocorrido, mas não citou diretamente Chris, como fez agora.

Veja na íntegra tudo que Will escreveu:

"A violência em todas as suas formas é venenosa e destrutiva. Meu comportamento no Oscar de ontem à noite foi inaceitável e indesculpável. Piadas às minhas custas fazem parte do trabalho, mas uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim e reagi emocionalmente. Eu gostaria de me desculpar publicamente com você, Chris. Eu fiquei fora de linha e errado. Estou envergonhado e minhas ações não foram indicativas do homem que quero ser. Não há lugar para violência em um mundo de amor e gentileza. Também gostaria de pedir desculpas à Academia, aos produtores do programa, a todos os participantes e a todos que assistem ao redor do mundo. Eu gostaria de me desculpar com a Família Williams e minha Família 'King Richard'. Lamento profundamente que meu comportamento tenha manchado o que tem sido uma jornada linda para todos nós.

Eu sou um trabalho em progresso.

Sinceramente,

Will"

Mais notícias

Carregar mais