Esportes

Alvo de preconceito, Richarlyson diz a Neto como se defende

Da Redação 23/02/2021 • 16:30

Poucos jogadores ganharam tanto no futebol brasileiro quanto Richarlyson – só de títulos brasileiros foram três, além de duas Libertadores e um Mundial. Somando as conquistas do pai, Lela, e do irmão Alecsandro, a lista aumenta consideravelmente. E é justamente da família que o meia tira forças para encarar a marcação cerrada do preconceito.

“Eu sempre soube lidar super bem com qualquer tipo de agressividade, seja ela verbal, moral, sexual, ética, social... Eu sempre lidei muito bem com isso porque eu quem eu sou, sei de onde eu vim, do meu caráter, da minha índole. Eu sei de tudo que meus pais me deram, que foi educação, que foi respeitar as pessoas, não só as diferenças, mas também os mais velhos”, desabafou Richarlyson em entrevista ao Craque Neto, no quadro 10 a 1, do canal do apresentador do Os Donos da Bola no YouTube.

Apesar de o apoio e a força para enfrentar os ataques sofridos vir da família, Richarlyson disse também que o que mais o preocupa é sua família quando sofre ofensas - “A minha maior chateação sempre foi em consideração à minha família, onde eu não consigo defender. Se eu não estou perto, como eu consigo defender? Minha maior preocupação sobre esses ataques que eu sofri era mais pelo lado da família do que propriamente para mim”, afirmou o ídolo do São Paulo.

Richarlyson também comentou na entrevista sobre a sua chateação por não estar na calçada da fama do São Paulo, mesmo sendo um dos atletas mais vitoriosos da história do clube.

  • Richarlyson
  • São Paulo
  • Craque Neto
  • Futebol