Notícias

Andretti na Fórmula 1? O que se sabe sobre as possibilidades

Emanuel Colombari 09/10/2021 • 09:00
Imagem: Andretti Autosport/Redes sociais
Imagem: Andretti Autosport/Redes sociais

O noticiário da Fórmula 1 se viu agitado no fim de semana do Grande Prêmio da Turquia, mas não necessariamente pelo que se viu na pista do Istambul Park. O motivo: os rumores crescentes a respeito da chegada da Andretti à categoria.

O boato é novo, mas não tão novo. Em agosto, o site da revista norte-americana Racer já havia anunciado que Michael Andretti vinha procurando uma equipe de Fórmula 1 para comprar. Naquele momento, o noticiário apontava primeiro para conversas entre a Andretti e a Haas.

As conversas, no entanto, não teriam evoluído satisfatoriamente. Assim, de acordo com a publicação, Michael Andretti teria procurado outros dois times: a Williams e a Alfa Romeo/Sauber.

“Seria ótimo, mas há um longo caminho para que isso aconteça”, afirmou Michael Andretti à revista. “Se a oportunidade correta aparece, vamos para cima. Mas ainda não chegamos lá.”

Parece que o caminho não foi tão longo. Menos de dois meses depois, a oportunidade teria aparecido na Sauber, que hoje compete com a marca Alfa Romeo.

Leia também:

Segundo o site Race Fans, em março, Michael Andretti deu início à Andretti Acquisition Corporation, uma organização que pretendia arrecadar US$ 250 milhões (mais de R$ 1,3 bilhão na cotação atual).

Ainda de acordo com o veículo, a Andretti deve comprar 80% das ações da Islero Investments (criada para assumir a Sauber Motorsport e controlada pelo grupo Longbow Finance) por 350 milhões de euros (mais de R$ 2,2 bilhões). No entanto, o site afirma que a organização criada para arrecadar fundos não tem envolvimento direto com a negociação com a Sauber.

Tanto a Alfa Romeo/Sauber quanto a Andretti evitaram comentar o assunto. “Não é segredo que a Fórmula 1 interessa a Michael e à equipe há algum tempo”, disse um porta-voz ao RaceFans. “Temos explorado e nos aproximado de muitas opções com o passar dos anos, mas não temos nada novo para informar.”

Frédéric Vasseur, diretor-executivo e chefe de equipe da Alfa Romeo na Fórmula 1, também não confirmou. “Este tipo de discussão não é comigo, é com os acionistas”, disse o dirigente em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Turquia. “Temos muitos rumores, então você precisa perguntar aos acionistas da companhia”, completou.

Um norte-americano ao lado de Bottas?

Imagem: Andretti Autosport/Redes sociais

A possível chegada da Andretti à Fórmula 1 deve ajudar a definir o grid de 2022, e a trazer de volta um piloto dos Estados Unidos à categoria – o primeiro desde que Alexander Rossi correu cinco provas pela Marussia em 2015.

O site Diário Motorsport, do competentíssimo Américo Teixeira Jr., informa que Colton Herta é o escolhido. Filho de Bryan Herta, astro da Indy entre 1994 e 2006, Colton é piloto da Andretti na categoria norte-americana desde 2020, e com bons resultados – foram três vitórias na temporada 2021, inclusive nas duas últimas etapas (Laguna Seca e Long Beach) do ano.

Segundo o site The Race, a ida de Colton Herta à Fórmula 1 contaria ainda com o apoio de seu principal patrocinador. Assim, caso se confirme, Herta deve frustrar outros candidatos à vaga ao lado de Valtteri Bottas na Alfa Romeo – casos de Antonio Giovinazzi, Oscar Piastri, Théo Pourchaire, Guanyu Zhou e outros vários nomes que se viram no noticiário recente.

Imagem de abertura: Andretti Autosport/Redes sociais

Emanuel Colombari

Emanuel Colombari é jornalista com experiência em redações desde 2006, com passagens por Gazeta Esportiva, Agora São Paulo, Terra e UOL. Já cobriu kart, Fórmula 3, GT3, Dakar, Sertões, Indy, Stock Car e Fórmula 1. Aqui, compartilha um olhar diferente sobre o que rola na F-1.