Notícias

Ricciardo agora tem a própria linha de vinhos, e você pode fazer seu shoey em casa

Emanuel Colombari 08/06/2022 • 07:07
Imagem: St. Hugo
Imagem: St. Hugo

A fase nas pistas não é das melhores, mas Daniel Ricciardo certamente tem sabido se ocupar fora delas para manter a mente limpa.

Em parceria com a vinícola St. Hugo, o australiano da McLaren lançou em abril uma linha exclusiva de vinhos, a DR3 – uma união de suas iniciais com o número que usa para correr na Fórmula 1.

Leia também:

A parceria rendeu dois vinhos: um cabernet sauvignon 2018 (que rapidamente se esgotou no site da empresa) e um shiraz 2020. Cada garrafa é entregue em uma caixa especial.

“Colocamos nossos corações na criação de vinhos para serem apreciados, e o processo foi tão divertido e agradável quanto compartilhar o produto final. Isso é realmente algo que faz você sorrir e apreciar a jornada necessária para chegar lá”, afirmou Ricciardo, conforme declaração publicada no site oficial da St. Hugo.

Imagem: St. Hugo

Para aproveitar a parceria, a vinícola ainda lançou um decanter especial em forma de sapatilha de piloto, para que o cliente possa apreciar seu vinho repetindo o shoey, a tradicional comemoração da Daniel Ricciardo, que bebe champanhe direto do próprio calçado a cada pódio na F1. Ao todo, apenas 1,1 mil peças foram produzidas.

Imagem: St. Hugo

Em entrevista ao site da revista Rolling Stone, Ricciardo afirmou que vinha pensado há alguns anos na possibilidade de lançar um vinho próprio, até que a pandemia de Covid-19 acelerou o processo. Em 2020, uniu forças com Peter Munro, um dos principais nomes do ramo na Austrália, para selecionar uvas e produzir vinhos.

“Eu quero mostrar às pessoas que correr não é tudo que eu faço”, contou. “É minha maior paixão, mas eu amo muitas outras coisas e tenho outros hobbies e interesses. Enquanto, quando a Covid chegou, eu pensei: ‘Tudo bem, vamos ver o que podemos fazer’.”

Imagem: St. Hugo

Emanuel Colombari

Emanuel Colombari é jornalista com experiência em redações desde 2006, com passagens por Gazeta Esportiva, Agora São Paulo, Terra e UOL. Já cobriu kart, Fórmula 3, GT3, Dakar, Sertões, Indy, Stock Car e Fórmula 1. Aqui, compartilha um olhar diferente sobre o que rola na F-1.