Notícias

Volta de futebol beneficente da F1 em Mônaco tem dividida e óculos quebrados

Emanuel Colombari 25/05/2022 • 08:07
Imagem: F1
Imagem: F1

A Fórmula 1 retomou uma tradição nesta terça-feira (24), às vésperas do Grande Prêmio de Mônaco: o jogo beneficente de futebol no estádio Louis II, em Monte Carlo.

O World Stars Football Match não era realizado desde 2019 em decorrência da pandemia da Covid-19. Agora, com o avanço da vacinação e do combate ao Sars-Cov-2, astros da F1 novamente puderam entrar em campo com seus tradicionais uniformes alvinegros.

Leia também:

A partida, organizada pela família real de Mônaco, colocou frente a frente um time de astros da categoria contra uma equipe de celebridades de diversas áreas. A edição de 2022 terminou empatada em 3 a 3 e marcou o 29º aniversário do evento, que busca angariar fundos para crianças ao redor do mundo.

Imagem: F1

Nomes como Charles Leclerc, Carlos Sainz (ambos da Ferrari), Fernando Alonso (Alpine) e Pierre Gasly (AlphaTauri) entraram em campo. O goleiro do time da F1 foi Stefano Domenicali, ex-chefe de equipe da Ferrari e atual diretor-executivo do Formula One Group.

Do outro lado, os ex-jogadores Sonny Anderson e Vicent Candela entraram em campo. Os pilotos Lucas di Grassi e Daniil Kvyat, ambos ex-Fórmula 1, também estavam do lado dos adversários.

Imagem: F1

Domenicali, por sinal, acabou protagonizando um susto: jogando de óculos, o dirigente teve o acessório quebrado após sair do gol para dividir uma bola com Daniil Kvyat. No fim, o italiano se recuperou, riu com o piloto russo e seguiu no jogo – agora, com um par de óculos emprestado por outro jogador do time rival.

Emanuel Colombari

Emanuel Colombari é jornalista com experiência em redações desde 2006, com passagens por Gazeta Esportiva, Agora São Paulo, Terra e UOL. Já cobriu kart, Fórmula 3, GT3, Dakar, Sertões, Indy, Stock Car e Fórmula 1. Aqui, compartilha um olhar diferente sobre o que rola na F-1.