Fórmula 1

Bottas diz que usou carro diferente do de Hamilton no Catar, mas faz mistério

Em entrevista a um diário finlandês, Valtteri justificou a sua queda de performance ao longo do fim de semana na mudança de veículo

Da Redação 23/11/2021 • 18:22 - Atualizado em 24/11/2021 • 13:54
Piloto finlandês está vivendo seus últimos momentos na Mercedes
Piloto finlandês está vivendo seus últimos momentos na Mercedes
Twitter/Valtteri Bottas

Valtteri Bottas está vivendo os seus últimos dias na escuderia Mercedes, já que na próxima temporada correrá pela Alfa Romeo – que também terá o chinês Guanyu Zhou. E parece que o “aviso prévio” está fazendo com que o piloto finlandês se abra um pouco mais sobre os bastidores.

Em entrevista ao diário finlandês Ilta Sanomat, Bottas revelou que o seu carro na corrida do Grande Prêmio do Catar não era o mesmo do companheiro de equipe, Lewis Hamilton – e que esse pode ser o motivo da queda de rendimento ao longo do fim de semana.

“Descobri o motivo, mas não posso dar detalhes. Só posso dizer que meu carro não era mais o mesmo [da sexta-feira, dia da primeira e da segunda sessões de treino], nem era o mesmo do Lewis. Havia algumas poucas diferenças nos carros”, contou Valtteri.

Na sexta-feira (19), na primeira sessão, o finlandês foi o terceiro e ficou a 0,471s de Max Verstappen (Red Bull). Logo na sequência, ele liderou o segundo treino com 1m23s148 e 0,209s de diferença para Pierre Gasly (AlphaTauri).

No sábado (20), Bottas voltou a liderar a terceira sessão de treino com 1m22s310, mas no classificatório ficou em terceiro – com quase seis décimos para o pole-position Hamilton. Por fim, na corrida de domingo (21), Valtteri não conseguiu acompanhar o ritmo do companheiro de Mercedes e chegou a cair, logo na largada, para 11º. Na volta 48, precisou abandonar a prova por um furo de pneu.

Mesmo com os problemas, o finlandês acredita que a escuderia alemã está vivendo um bom momento – o que pode fazer a diferença no próximo GP, a ser realizado na Arábia Saudita, nos dias 3 a 5 de dezembro.

“Estamos em um bom momento, temos que continuar assim. Aprendemos muito e conseguimos nos ajustar melhor a esses lugares. Essa pista deu certo para nós, então espero que assim continue na Arábia Saudita”, afirmou.

Bottas terá um papel fundamental para a Mercedes nas próximas corridas, tanto para auxiliar Hamilton na luta contra Verstappen pelo mundial de pilotos (351,5 a 343,5 para o holandês), quanto para consolidar a Mercedes na ponta do mundial de construtores (546,5 a 541,5 contra a Red Bull). Além disso, o finlandês briga com Sergio Pérez (Red Bull) pelo terceiro lugar na classificação de pilotos (203 a 190 para Bottas).