Fórmula 1

F1: Hamilton é multado por tirar cinto de segurança em comemoração em Interlagos

Piloto britânico foi chamado pelos comissários após homenagear Senna na volta aos boxes

Da Redação, com Band 14/11/2021 • 18:24 - Atualizado em 26/05/2022 • 12:20

A grande festa protagonizada por Lewis Hamilton após vencer o Grande Prêmio de São Paulo neste domingo (14) no Autódromo de Interlagos acabou rendendo uma punição ao piloto da Mercedes por parte dos comissários da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). 

Chamado pelos comissários de prova após a corrida, o britânico foi multado em 5 mil euros (cerca de R$ 31 mil na cotação atual) por andar sem o cinto de segurança na volta de retorno aos boxes - ele fez a festa com a bandeira brasileira, como fazia o ídolo Ayrton Senna.

“O piloto do carro 44 soltou os cintos de segurança no final da corrida. Embora os comissários sejam simpáticos ao seu desejo de comemorar, é fundamentalmente inseguro se desfazer dos cintos de segurança enquanto o carro está em movimento”, disse a FIA. 

“As velocidades lentas nestes carros ainda são muito rápidas para um ocupante solto dentro dele. Além disso, os pilotos de Fórmula 1 dão exemplo para as categorias inferiores e é fundamental que os pilotos da categoria júnior aprendam a importância de usar todos os dispositivos de segurança do carro o tempo todo”, completou. 

A multa em nada interfere no resultado de prova, que teve Hamilton pulando do décimo lugar rumo à liderança. O inglês agora está a apenas 14 pontos de Max Verstappen, líder do Mundial, a três corridas do fim da temporada.