Fórmula 1

FIA muda regra, e promessa da Mercedes pode estrear na F1 antes de completar 18 anos

Agora, pilotos não precisam mais ter 18 anos para garantir a superlicença exigida para pilotar na Fórmula 1

Da redação

FIA muda regra, e promessa da Mercedes pode estrear na F1 antes de completar 18 anos
REUTERS/Jennifer Lorenzini/File Photo

Após uma mudança da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) no regulamento da F1, a jovem promessa da Mercedes, Kimi Antonelli, poderá estrear na categoria já nesta temporada, antes mesmo de completar 18 anos. 

A mudança, que agora não exige mais que um piloto tenha, no mínimo 18 anos, para a obtenção da superlicença, foi feita pela entidade após um pedido formal da Mercedes. Agora a regra diz:

“O piloto deve ter pelo menos 18 anos no início do evento de sua primeira competição de F1. A critério exclusivo da FIA, um piloto que tenha demonstrado recente e consistentemente habilidade e maturidade excepcionais em competições de carros de monopostos poderá receber uma superlicença aos 17 anos de idade.”

Em um efeito dominó, a FIA precisou eliminar o parágrafo que exigia uma carteira de motorista (de carros de rua) váilida para a obtenção da superlicença. Na Itália, assim como no Brasil, a idade mínima para a obtenção da CNH é de 18 anos. 

Atualmente na Fórmula 2, Antonelli é tido como o substituto de Lewis Hamilton na Mercedes em 2025, quando o britânico deixa a equipe rumo à Ferrari. Ao que tudo indica, a manobra da superlicença serviria para o italiano ser testado na Williams, no lugar de Logan Sargeant, que tem sofrido para entregar bons resultados desde que chegou à equipe. 

Tópicos relacionados

Notícias

Carregar mais