Fórmula 1

Verstappen passa Hamilton na última volta e é campeão com vitória em Abu Dhabi

Holandês largou da pole, mas só voltou à primeira posição após safety car decisivo

Da redação 12/12/2021 • 11:40 - Atualizado em 12/12/2021 • 19:06
Holandês largou da pole, mas só voltou à primeira posição após safety car decisivo
Holandês largou da pole, mas só voltou à primeira posição após safety car decisivo
F1/Divulgação

Max Verstappen conquistou o título da temporada 2021 de Fórmula 1 com uma vitória histórica no Grande Prêmio de Abu Dhabi deste domingo (12).

O holandês largou na pole position, mas logo perdeu a primeira posição para Lewis Hamilton. O britânico da Mercedes liderou praticamente toda a prova, mas um safety car nas voltas finais acabou bagunçando tudo.

O carro-madrinha recolheu apenas na última volta, dando somente uma volta para que Hamilton e Verstappen disputassem a vitória. O holandês vinha em segundo, mas conseguiu ultrapassar Hamilton e defender a posição. Carlos Sainz, da Ferrari, completou o pódio na terceira posição.

Com a vitória, somada à volta mais rápida, chegou a 395,5 pontos, contra 387,5 pontos. O heptacampeão ficou com o vice. A Mercedes levou o Mundial de construtores.

A 22ª etapa da temporada 2021 foi novamente atração na tela da Band, com narração de Sérgio Maurício, comentários de Reginaldo Leme e Felipe Giaffone e reportagem de Mariana Becker direto de Abu Dhabi. Uma transmissão que fez o fã da F1 não perder nenhum detalhe, desde antes da largada até o fim da festa do pódio.

Veja as fotos do GP de Abu Dhabi:

Confira os principais destaques da prova

1. Hamilton toma liderança em primeira volta polêmica

A disputa entre Verstappen e Hamilton deu o tom da largada. O britânico tomou a primeira posição, mas o holandês começou com pneus mais macios e não deixou o rival desgarrar.

Verstappen chegou a dar o bote para passar, mas não conseguiu: Hamilton ficou para fora e passou reto para permanecer na liderança. Os comissários chegaram a avaliar a disputa, mas optaram por não punir.

A Red Bull ainda colocou Sérgio Pérez em terceiro lugar, tomando a posição de Lando Norris. O britânico da McLaren fez uma largada ruim e ainda escapou na curva 1.

2. Trocas de pneus e escapada de Leclerc

Apostando em um stint mais longo para recuperar terreno, Verstappen entrou nos boxes na volta 14 para trocar pneus. Colocou os pneus brancos, mais duros, e voltou em quinto lugar, à frente de Charles Leclerc – que perdeu o controle do carro e saiu da pista.

Mesmo assim, não perdeu muito tempo. Já na volta, tomou o quarto lugar de Lando Norris, que não queria briga com ninguém.

Hamilton parou na volta 15 e também colocou pneus brancos. Voltou em segundo lugar, atrás apenas da Red Bull de Sérgio Pérez, que ainda não havia parado.

3. Sainz, uma pedra no sapato de Verstappen

Em quarto lugar, Verstappen precisou gastar algumas voltas para ultrapassar Carlos Sainz – o que só conseguiu na volta 18.

Mesmo assim, a disputa custou caro para o holandês, que viu Hamilton abrindo vantagem. O espanhol ainda tentou dar o troco após ser superado, mas não conseguiu.

4. Pérez, uma pedra no sapato de Hamilton

Hamilton chegou em Pérez, abriu a asa e passou na reta dos boxes. Mas o mexicano não aliviou e retomou a posição. Os dois passaram quase duas voltas disputando a posição de maneira brilhante.

A briga foi suficiente para Verstappen se aproximar dos dois. Quando o britânico da Mercedes passou, Checo cedeu o segundo lugar para o holandês – que dedicou elogios no rádio.

5. O adeus amargo de Kimi Raikkonen

A etapa de Abu Dhabi marcou o adeus de Kimi Raikkonen da Fórmula 1, mas a despedida do finlandês não foi das mais brilhantes.

Com problema de freios, Kimi rodou na volta 27, escapou e bateu sem força. Conseguiu voltar à pista com a asa dianteira danificada, mas apenas para voltar aos boxes. A Alfa Romeo ainda trocou o bico do carro, mas acabou recolhendo.

Em entrevista à Band, Kimi disse que agora quer ter uma vida normal. Vai aproveitar o fim de ano e passar mais tempo com a família.

6. Safety car decisivo

O dia acabou sendo ruim para a Alfa Romeo. Na volta 36, Antonio Giovinazzi também abandonou em sua corrida de despedida, alegando problemas de câmbio. Verstappen aproveitou o virtual safety car provocado por Giovinazzi e trocou pneus para tentar diminuir a diferença no fim.

Faltando seis voltas para o fim, Nicholas Latifi bateu, provocando um safety car. Verstappen correu para os boxes para colocar novos pneus mais uma vez, apostando na chance de tentar uma ultrapassagem em uma possível última volta.

Quando o carro-madrinha recolheu, Hamilton e Verstappen tiveram apenas uma volta para decidir a vitória e o título. Com pneus melhores e o vácuo, o holandês não vacilou: passou o rival, defendeu a liderança e venceu, comemorando com energia no rádio.

Confira a classificação final do GP de Abu Dhabi