Fórmula 1

Calendário apertado afasta Tsunoda de 'coisas malucas' no GP da Áustria

Piloto visitou loja da AlphaTauri em Graz antes de programação no Red Bull Ring

Da redação 07/07/2022 • 08:00
Piloto visitou loja da AlphaTauri em Graz antes de programação no Red Bull Ring
Piloto visitou loja da AlphaTauri em Graz antes de programação no Red Bull Ring
Scuderia AlphaTauri

O calendário da Fórmula 1 virou um obstáculo para que Yuki Tsunoda cumprisse uma divertida agenda fora das pistas.

Com os GPs de Inglaterra e Áustria em dois finais de semana consecutivos, o japonês da AlphaTauri lamentou não poder participar de “coisas malucas” organizadas pela Red Bull.

A empresa é proprietária do Red Bull Ring, palco do Grande Prêmio da Áustria, e das equipes Red Bull e AlphaTauri na F1. Além disso, é responsável por organizar eventos esportivos curiosos – em junho, por exemplo, Tsunoda compareceu em San Marino a uma corrida de soapbox cars, uma versão mais exótica dos populares carrinhos de rolimã.

“Gosto de todas as coisas divertidas que a Red Bull nos leva a fazer como parte da preparação para as corridas, mas embora esta seja uma corrida em casa para a empresa, não acho que tenhamos muitas coisas malucas planejadas este ano, já que a Áustria é uma segunda corrida consecutiva”, afirmou.

Nesta quarta-feira (6), Tsunoda visitou uma loja da AlphaTauri (grife da Red Bull que dá nome à equipe) na cidade de Graz. Já nesta quinta-feira (7), os integrantes passearam pelo circuito – o japonês foi a pé, enquanto seu companheiro, o francês Pierre Gasly, foi de bicicleta.

Para Tsunoda, o GP da Áustria é a chance de voltar a somar pontos após quatro corridas zerado. Mais do que isso: de superar o GP da Inglaterra, no qual ficou marcado por se envolver nos acidentes da largada e por rodar e atingir o carro de Gasly, que abandonaria pouco depois.

“Estou feliz por podermos correr novamente depois de apenas alguns dias para deixar a corrida de Silverstone para trás. O único momento bom daquele fim de semana foi na tarde de sábado, quando trabalhamos bem no molhado para nos classificarmos melhor do que esperávamos (foi 13º no grid), com base em como foi a sexta-feira. Não pude fazer nada sobre a colisão após a largada e depois infelizmente tive o incidente com Pierre. Discutimos isso em equipe e agora seguimos em frente”, disse o piloto japonês, que espera dificuldades.

“É uma volta curta em termos de tempo - pouco mais de um minuto. Pode ser um fim de semana um pouco difícil para nós, pois não tenho certeza de que as altas velocidades se adaptem tão bem ao nosso carro. Nosso nível de desempenho tem sido diferente em várias faixas, então você nunca sabe realmente o que esperar”, acrescentou.