Fórmula 1

Alonso esperava punição para Leclerc e mirava pódio no GP da Inglaterra

Espanhol da Alpine foi quinto, andando logo atrás dos primeiros colocado

Da redação 05/07/2022 • 07:28 - Atualizado em 05/07/2022 • 07:39
Espanhol da Alpine foi quinto, andando logo atrás dos primeiros colocado
Espanhol da Alpine foi quinto, andando logo atrás dos primeiros colocado
BWT Alpine F1 Team

Fernando Alonso foi coadjuvante da chegada do Grande Prêmio da Inglaterra do último domingo (3). Quinto colocado, o espanhol da Alpine chegou atrás de Carlos Sainz (Ferrari), Sergio Pérez (Red Bull), Lewis Hamilton (Mercedes) e Charles Leclerc (Ferrari).

Mas o bicampeão mundial admite que acreditava na possibilidade de ir ao pódio em Silverstone. Para isso, contava com alguma confusão nas disputas por posições entre os pilotos que estavam à frente.

“Eu estava torcendo por algum drama no fim, e talvez nós conseguíssemos um pódio em meio a toda ação”, contou Alonso. “Mas foi divertido brigar entre os cinco primeiros colocados.”

E se o pódio não veio, Alonso esperava ao menos por um quarto lugar. Para o piloto da Alpine, Charles Leclerc poderia ter sido punido pela direção de prova – a exemplo do que aconteceu com ele mesmo no GP do Canadá, em Montreal.

“Acho que nossa posição final realisticamente seria o quarto lugar, porque vi Charles costurando várias vezes na frente de Lewis. Comparado ao que aconteceu comigo no Canadá, acho que isso não é permitido e deveria ser penalizado”, criticou.

O quinto lugar em Silverstone acabou sendo o melhor resultado de Alonso em 2022, superando o sétimo lugar repetido em Mônaco e no Azerbaijão. Para ele, fruto da evolução do carro da Alpine nas últimas corridas.

“Olhando para o fim de semana como um todo, acho que nosso carro foi muito bom e achei que estávamos mais competitivos que nas outras corridas da temporada até aqui. Executamos nossa corrida muito bem e mostramos um ritmo consistente. Espero que possamos manter isso, manter nossa competitividade nas próximas corridas”, completou.