Fórmula 1

Williams terá novidades no GP da Inglaterra, mas só para o carro de Albon

Equipe testará novo pacote aerodinâmico em busca de evolução nas próximas corridas

Da redação 29/06/2022 • 07:56
Equipe testará novo pacote aerodinâmico em busca de evolução nas próximas corridas
Williams Racing

A Williams terá um novo pacote aerodinâmico no Grande Prêmio da Inglaterra, neste final de semana, em Silverstone. No entanto, utilizará as novidades apenas no carro de Alexander Albon.

Ao longo das nove primeiras corridas da temporada 2022, a equipe somou apenas três pontos, todos com o tailandês. A escuderia é lanterna do Mundial de construtores, atrás de Aston Martin (16 pontos) e Haas (15 pontos).

“Temos um pacote aerodinâmico atualizado para este final de semana, que será usado apenas no carro de Alex para que possamos checar seu comportamento e confirmar que tem o funcionamento que pretendemos”, afirmou Dave Robson, diretor de performance da Williams.

“O assoalho é a base da atualização, e o objetivo é aumentar eficientemente o downforce do carro”, acrescentou.

A Williams pouco de beneficiou do novo regulamento aerodinâmico da Fórmula 1 para este ano. Em 2021, após nove etapas, o time ocupava a penúltima posição do Mundial de construtores, mas sem pontuar. A Haas era lanterna, também sem pontos, mas com posições piores no agregado.

Para Albon, no entanto, correr em Silverstone com os novos carros promete ser uma experiência positiva. “(Silverstone) é um dos circuitos mais agradáveis para o piloto, e acho que será muito divertido nesses carros”, afirmou.

Em casa, a Williams espera começar a reagir neste ano, em busca de evolução para as próximas etapas. Após o GP da Inglaterra, a F1 disputa as etapas da Áustria (8 a 10 de julho), da França (22 a 24 de julho) e da Hungria (29 a 31 de julho).

“Estamos ansiosos para nossa corrida em casa e para entendermos as novas peças – elas provavelmente vão mudar o balanço e a dirigibilidade do carro, e isso pode levar um tempo para ser aproveitado, de forma que os pilotos tirem o máximo delas. Como a corrida da próxima semana na Áustria é um evento com sprint race, tentaremos aprender o máximo possível neste fim de semana”, afirmou Dave Robson.