Fórmula 1

Oitavo na Inglaterra, Mick Schumacher conquista primeiros pontos na F1

Até então, melhor desempenho do alemão da Haas era um 11º lugar

Da redação 03/07/2022 • 18:01 - Atualizado em 03/07/2022 • 18:03
Até então, melhor desempenho do alemão da Haas era um 11º lugar
Até então, melhor desempenho do alemão da Haas era um 11º lugar
Haas F1 Team

Mick Schumacher, enfim, somou os primeiros pontos na Fórmula 1. Depois de 31 etapas sem terminar entre os dez primeiros colocados (incluindo o GP da Arábia Saudita de 2022, quando se acidentou na classificação e nem mesmo alinhou no grid do domingo), o alemão foi o oitavo colocado do Grande Prêmio da Inglaterra deste domingo (3).

Com quatro pontos em Silverstone, Mick se distancia ainda mais da pressão das últimas provas. Os acidentes na Arábia Saudita e em Mônaco aumentaram a cobrança sobre o filho de Michael Schumacher, que respondeu com o sexto lugar no grid no GP do Canadá – sua melhor posição de largada até hoje. Na ocasião, com problemas de motor, abandonou.

Na Inglaterra, o roteiro foi o contrário. Schumacher largou apenas na 19ª posição, mas evitou acidentes e fez uma prova consistentes. Chegou a pressionar Max Verstappen (Red Bull) no fim, mas não conseguiu tomar o sétimo lugar. Ao fim, foi cumprimentado por nomes como Sebastian Vettel e Mika Hakkinen.

Após a prova, Mick Schumacher se disse “muito feliz” com o resultado. Até então, a melhor colocação do alemão havia sido o 11º lugar no GP do Bahrein.

“Eu disse que tínhamos velocidade para ir adiante, e definitivamente mostramos isso hoje. É ótimo para a equipe ter os dois carros comando pontos, o que é obviamente muito útil para o Mundial de construtores”, afirmou.

Como Kevin Magnussen foi o décimo colocado, a Haas somou cinco pontos no GP da Inglaterra e subiu da nona para a oitava posição no Mundial de construtores. A Aston Martin, que não pontuou, ficou com 18.

“Estou feliz, mas agora vamos nos concentrar no que realmente importante, que é pilotar”, completou.