Fórmula 1

Vettel diz que torceu por Schumacher contra Verstappen em GP da Inglaterra

Nono colocado em Silverstone, tetracampeão assistiu da pista à disputa pela sétima posição

Da redação 06/07/2022 • 07:54
Nono colocado em Silverstone, tetracampeão assistiu da pista à disputa pela sétima posição
Nono colocado em Silverstone, tetracampeão assistiu da pista à disputa pela sétima posição
Haas F1 Team

A disputa entre Max Verstappen (Red Bull) e Mick Schumacher (Haas) pela sétima posição nas últimas voltas do Grande Prêmio da Inglaterra teve um torcedor peculiar: Sebastian Vettel (Aston Martin), nono colocado na corrida.

O tetracampeão completou a prova do último domingo (3) em Silverstone a menos de 4s da dupla, e acompanhou a briga de perto. Schumacher chegou a tentar tomar a posição; no entanto, mesmo com queda de rendimento por problemas aerodinâmicos, o campeão de 2021 levou a melhor.

“Eu vi o que aconteceu, e vi que ele estava tirando a diferença. Eu estava gritando dentro do carro: ‘Vai, Mick! Vai, Mick! Vai para cima dele!’”, contou Vettel em entrevista ao Post-Race Show, programa da F1 TV.

“Estou muito feliz por ele. Tem um bom tempo que ele merece esse resultado, é e ótimo consegui-lo. Pensei que poderia alcançá-lo no fim, mas eles estavam muito rápidos. Foi bem divertido ver eles indo para cima toda vez na curva 15. Parecia que eles estavam lado a lado também na curva 6, na reta Wellington... Foi muito bom”, completou.

O próprio Verstappen reconheceu os esforços de Mick Schumacher e acenou para o alemão da Haas após a prova, ainda dentro do carro.

“Eu sabia que Mick realmente queria o sétimo lugar, e (a disputa) foi divertida”, disse, segundo o site RacingNews365.com. “É claro, eu não estava curtindo de onde eu estava, mas você também pode apreciar a disputa que está tendo com alguém. Foi uma bela batalha, na verdade.”

Sebastian Vettel e Mick Schumacher têm uma amizade sólida fora das pistas, e o piloto da Aston Martin tem trabalhado como um orientador do filho de Mick Schumacher desde 2021. Nas primeiras provas de 2022, diante da pressão sobre o piloto da Haas, Vettel trabalhou para blinda-lo de críticas – ao mesmo tempo em que Mick é cotado para assumir a vaga do próprio Vettel na Aston Martin.

Contratado até o fim de 2022 e com futuro incerto, Vettel somou dois pontos na Inglaterra e chegou a 15 no ano, assumindo a 13ª posição. Para ele, o bom desempenho foi fundamental, especialmente pelo fato de a Aston Martin correr em casa.

“Obviamente, marcar pontos é muito importante para nós. Você sabe, a fábrica é do outro lado da rua. Para muita gente, este fim de semana é um grande fim de semana, e pelo menos nós conseguimos alguns pontos. Ainda há muito trabalho a fazer, mas é uma boa recuperação. Estou feliz”, analisou Vettel.