Fórmula 1

Dores nas costas podem tirar Lewis Hamilton do GP do Canadá

Heptacampeão relatou problema ao longo do fim de semana; Mercedes vai avaliar condição

Da redação 12/06/2022 • 16:16
Heptacampeão relatou problema ao longo do fim de semana; Mercedes vai avaliar condição
Heptacampeão relatou problema ao longo do fim de semana; Mercedes vai avaliar condição
Mercedes AMG F1

As dores nas costas podem tirar Lewis Hamilton do Grande Prêmio do Canadá. A etapa acontece entre os dias 17 e 19 de junho, em Montreal.

Após o GP do Azerbaijão deste domingo (12), Hamilton teve dificuldades para deixar o carro da Mercedes. O britânico relatou que já vinha sentindo o incômodo nos últimos dias e que acordou com dores neste domingo. O porpoising dos carros, segundo ele, agrava o quadro.

“Não consigo expressar a dor que se sente”, disse, em entrevista à Sky Sports. “No fim, você está apenas rezando para que a corrida acabe.”

À imprensa, o chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff, disse que a situação de Hamilton é “bem ruim”, e reconheceu que ele “definitivamente” pode até ficar fora da prova do próximo final de semana.

“Precisamos achar uma solução. Acho que ele é o mais afetado dos pilotos”, disse Wolff. “Você pode ver que isto não é mais (um problema) muscular. Atinge diretamente a coluna, e isso pode ter consequências”, completou.

Caso Hamilton seja desfalque no fim de semana do GP do Canadá, a Mercedes deve contar com o holandês Nyck de Vries como substituto. Nomes como Stoffel Vandoorne e Esteban Ocon também são cotados – o que, no caso do francês, abriria uma vaga provisória na Alpine.