Fórmula 1

Lando Norris relata ameaças de morte nas redes sociais e tenta proteger namorada

Britânico diz que aprendeu a rir de mensagens, mas cobra ações e mostrou preocupação com a namorada, a modelo portuguesa Luisinha Oliveira

Da redação 30/06/2022 • 09:57
Britânico diz que aprendeu a rir de mensagens, mas cobra ações
Britânico diz que aprendeu a rir de mensagens, mas cobra ações
McLaren F1

Às vésperas do Grande Prêmio da Inglaterra deste final de semana, Lando Norris revelou à imprensa britânica receber recorrentes ameaças de morte nas redes sociais. O piloto da McLaren, no entanto, disse não se abalar com as mensagens das quais é alvo.

“Eu recebo ameaças de morte com frequência. Muita gente recebe. O que é feito (por autoridades e responsáveis pelas redes) não é suficiente, e isso é duro”, afirmou o britânico, em sua quarta temporada como titular da McLaren.

“Se eu tivesse visto essas ameaças quando comecei (na F1) em 2019, teria mais efeito. Mas agora eu entendo que você precisar rir – não rir de uma ameaça de morte, mas dos comentários burros que chegam e das coisas que as pessoas fazem para ter atenção”, acrescentou.

“Quero correr, viajar o mundo, conhecer novas pessoas e criar novas experiências. E eles estão usando a vida deles atrás de um computador em um quarto procurando arruinar, perturbar e agredir alguém”, completou.

Aos 22 anos, Norris demonstrou especial preocupação com a namorada, a modelo portuguesa Luisinha Oliveira. Segundo o piloto, ela é igualmente alvo de ataques online.

“A quantidade de páginas nas redes sociais dedicadas a Luisinha é horrível”, disse. “O Instagram e o Twitter são as principais, e isso não é fácil para ela.”

Segundo Norris, “ela foi de uma vida bem normal para ter um monte de seguidores” desde que os dois tornaram público o relacionamento em 2022.

“É difícil para ela estar envolvida nisso tão rapidamente. Quando você corre, você atravessa o processo aos poucos e se adapta – da Fórmula 4, à Fórmula 3, à Fórmula 2 e então à Fórmula 1”, comparou.

“Mas ir de nunca ter visto uma corrida de Fórmula 1 a de repente estar sob os holofotes é extremamente duro, e ter que ler comentários também. Quero protege-la disso.”