Fórmula 1

Com futuro incerto, Gasly mira vaga na Red Bull em 2023: 'Quero vencer corridas'

Especulado na Alpine em 2021, francês tem compromisso com a AlphaTauri até o fim de 2022

Da redação 07/03/2022 • 08:52 - Atualizado em 11/03/2022 • 07:10
Pierre Gasly na Red Bull
Pierre Gasly na Red Bull
Red Bull Racing

O francês Pierre Gasly não esconde o desejo de ocupar uma vaga nas primeiras posições do grid da Fórmula 1 a curto prazo.

Contratado pela AlphaTauri até o final de 2022, o francês não sabe o que fará a partir de 2023. Mas sabe que é uma opção para correr ao lado de Max Verstappen na Red Bull.

“Tenho um ano de contrato”, disse, em entrevista ao site Motorsport.com. “Então, está claro: ou vou para a Red Bull (em 2023) ou não. É muito cedo para falar sobre que acontecerá depois disso. Estou concentrado neste ano.”

Na Red Bull, o mexicano Sergio Pérez tem compromisso até o final de 2022. No entanto, para eventualmente substituir Checo, Gasly ainda tem a concorrência de pilotos do Red Bull Junior Team, como o neozelandês Liam Lawson, o estoniano Jüri Vips e o norueguês Dennis Hauger.

Como o número 1 passou a ser usado pelos campeões da Fórmula 1?

Mesmo assim, o francês - especulado em 2021 como possível piloto da Alpine - está disposto a tentar uma vaga. E quer conversar com a Red Bull sobre uma possível promoção.

“É claro que eu quero estar em um carro rápido que me permita lutar por vitórias. É a única coisa que importa para mim”, afirmou. “Quero vencer corridas na Fórmula 1 e preciso de um carro que me permita fazer isso. Vamos discutir com Helmut (Marko, conselheiro da Red Bull) quando o momento chegar”, acrescentou.

Conheça os carros da F1 para temporada 2022