Fórmula 1

Piloto da Indy abre portas para Vettel: 'Tenho certeza de que há vaga para ele'

Graham Rahal diz que alemão seria bem-vindo para experimentar a categoria norte-americana

Da redação 04/08/2022 • 13:41
Graham Rahal diz que alemão seria bem-vindo para experimentar a categoria norte-americana
Graham Rahal diz que alemão seria bem-vindo para experimentar a categoria norte-americana
Aston Martin F1

As portas da Fórmula Indy estão abertas para que Sebastian Vettel possa ao menos testar pela categoria.

É o que afirma Graham Rahal, piloto da equipe Rahal Letterman Lanigan. Em declarações ao site The Race, o norte-americano disse acreditar que o tetracampeão de Fórmula 1 iria gostar do ambiente nas pistas norte-americanas.

“(A Indy) está aberta a qualquer momento que ele queira experimentar. Talvez se ele quiser vir correr, estou certo de que podemos achar um jeito”, disse Graham Rahal, ex-piloto de equipes como Newman/Haas (2008 a 2009 e 2010), Dreyer & Reinbold (2010) e Chip Ganassi (2011 a 2012).

“Assim como (Romain) Grosjean, acho que Seb iria achar a Indy muito mais relaxada, mas também mais competitiva”, acrescentou.

Com passagem pela Fórmula 1 em 2009 e de 2012 a 2020, Romain Grosjean desembarcou na Fórmula Indy em 2021. Depois de uma temporada de estreia pela Dale Coyne, com direito a três pódios, o francês acertou com a Andretti, dividindo a equipe com outro ex-F1: o norte-americano Alexander Rossi.

Em maio, no Twitter, Graham Rahal já havia convidado Vettel para um teste na Indy. Na ocasião, o alemão havia demonstrado alguma contrariedade com a disputa do GP de Miami, afirmando que preferia “pistas apropriadas”, como Road America, que recebe diversas categorias nos EUA desde a década de 1950.

Para Rahal, correr nos EUA permitiria a Vettel deixar de lado os desempenhos discretos dos últimos anos. Sem vencer na F1 desde 2019, quando ainda corria pela Ferrari, o alemão está desde 2021 na Aston Martin, pela qual vai se aposentar no fim de 2022.

“Para um cara como ele, como piloto, tenho certeza de que terminar de décimo para trás não é divertido, particularmente vindo dos títulos mundiais e tudo mais que ele tem”, disse o piloto norte-americano. “Então, se ele quiser vir experimentar, dar uma olhada, tenho certeza de que há vaga para ele.”

O grid atual da Indy tem cinco pilotos que já passaram pela Fórmula 1: Alexander Rossi (Andretti), Romain Grosjean (Andretti), Juan Pablo Montoya (McLaren), Marcus Ericsson (Chip Ganassi) e Takuma Sato (Dale Coyne).