Fórmula 1

Terceiro no GP do Catar, Alonso volta ao pódio na Fórmula 1 após sete anos

'Muito feliz', espanhol da Alpine não terminava prova entre os três primeiros desde 2014, quando ainda corria pela Ferrari

Da Redação 21/11/2021 • 13:04

O terceiro lugar no Grande Prêmio do Catar foi comemorado por sorrisos por Fernando Alonso. Aos 40 anos, o espanhol não terminava uma posição entre os três primeiros desde o GP da Hungria de 2014, quando ainda corria pela Ferrari.

“Incrível”, disse o bicampeão após a corrida em Losail. “Foram sete anos, mas finalmente conseguimos isso. Estivemos perto do pódio durante o ano – acho que Sochi havia sido a última possibilidade”, lembrou.

No GP da Rússia, Alonso foi o sexto colocado. Ao longo do ano, ele ainda foi sexto no Azerbaijão e quarto na Hungria – a prova em Hungaroring foi vencida por seu companheiro de Alpine, Esteban Ocon.

Sem esconder a satisfação com o desempenho no Catar, o espanhol disse que “honestamente” esperava terminar a primeira volta na liderança, já que largou em terceiro com pneus macios. Conseguiu subir para o segundo lugar, mas não foi páreo para Lewis Hamilton, que largou da pole e venceu a prova.

Mesmo assim, comemorou o bom desempenho da Alpine. “A equipe esteve excelente e a confiabilidade do carro é ótima neste momento”, elogiou. “Esperei muito por isso e estou muito feliz.”