Esportes

Chape se solidariza com Palmas após acidente aéreo: "Sabemos como é esta dor"

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 24/01/2021 • 15:32 - Atualizado em 24/01/2021 • 15:38
Quatro jogadores e presidente do Palmas morreram na tragédia
Quatro jogadores e presidente do Palmas morreram na tragédia
Reprodução/Twitter

Clubes ao redor do Brasil lamentaram o acidente aéreo envolvendo parte da delegação do Palmas que seguia para Goiânia para o jogo contra o Vila Nova, pela Copa Verde. Morreram no desastre todos os tripulantes do avião: o presidente do clube, Lucas Meira, os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Marcus Molinari e Ranule, e o piloto, comandante Wagner. 

Uma das equipes a se manifestar foi a Chapecoense, que viveu um drama parecido em 2016, antes da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional. A queda do avião da equipe que seguia para a Colômbia vitimou 71 pessoas, entre jogadores, dirigentes e membros da comissão técnica. 

“Infelizmente, sabemos como é este momento de dor insuperável por perdas irreparáveis e gostaríamos que nenhuma outra agremiação tivesse que sentir o mesmo. Diante do ocorrido, no entanto, externamos o nosso sentimento de força e a nossa total solidariedade aos familiares, amigos, colegas de clube e torcedores. Vocês não passarão por isso sozinhos", afirmou o clube catarinense.

Já o Vila Nova, que enfrentaria o Palmas, disse que recebeu com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo e que corroboraria com o adiamento do jogo, o que foi confirmado depois pela Confederação Brasileira de Futebol - data e horário ainda indefinidos.

A CBF inclusive emitiu nota de pesar pela queda do avião de pequeno porte minutos após decolar da capital tocantinense. A entidade se disse “profundamente consternada” e decretou que seja respeitado um minuto de silêncio em todas as partidas deste domingo no futebol brasileiro. 

Já a Federação Tocantinense de Futebol adiou para esta segunda-feira a partida entre Interporto e Tocantinópolis, que aconteceria neste domingo. 

A entidade disse que "se compadece com a dor das famílias pela irreparável perda de seus entes queridos e presta condolências aos familiares e amigos enlutados do Palmas Futebol Clube. Rogamos para que Deus possa confortá-los nesse momento de grande dor, em que as palavras se apequenam e o espírito busca amparo na fé”.

Saiba mais sobre o acidente:

  • palmas
  • acidente
  • chapecoense
  • cbf
  • futebol