Esportes

Corinthians vai protocolar reclamação à Conmebol após casos de racismo

Torcedores do Timão foram chamados de macacos por adeptos do Boca Juniors, na Argentina

Gabriela Santos 18/05/2022 • 09:46 - Atualizado em 18/05/2022 • 15:27
Corinthians afirma que vai cobrar da Conmebol punições após casos de racismo
Corinthians afirma que vai cobrar da Conmebol punições após casos de racismo
Reprodução/Corinthians

Boca Juniors e Corinthians se enfrentaram pela Copa Libertadores na noite da última terça-feira, 17, na Argentina, partida marcava a 5ª rodada da fase de grupos. Além das confusões dentro de campo, os torcedores do Timão novamente foram vítimas de racismo por parte de argentinos.

Em vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver um torcedor do Boca imitando macaco para os corintianos, minutos antes da partida. É a segunda vez que os argentinos cometem racismo contra os alvinegros.

No primeiro jogo entre as equipes ainda na fase de grupos, na Neo Química Arena, um torcedor argentino foi preso ao chamar e imitar um macaco. O homem foi preso, mas liberado após pagamento de fiança.

"O Sport Club Corinthians Paulista considera inaceitáveis as manifestações de racismo da torcida do Boca Juniors, bem como o tratamento dado à sua torcida na chegada do estádio La Bombonera, o que retardou a ocupação dos lugares reservados a ela ao longo de toda a primeira etapa.

Muitos corinthianos, com ingresso, só conseguiram acompanhar a partida de dentro do estádio no segundo tempo por atraso na escolta ou revista nos portões.

O clube vai protocolar reclamação formal à CONMEBOL para apuração de responsabilidades e punições, além de requerer ações preventivas nos próximos jogos."