Esportes

Deyverson: “Deram o Palmeiras como morto. Tem que respeitar”

Atacante marcou o gol do tri da Libertadores na prorrogação contra o Flamengo

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 27/11/2021 • 20:02 - Atualizado em 27/11/2021 • 20:11
Deyverson chora ao marcar o segundo gol do Palmeiras na final da Libertadores, o do título
Deyverson chora ao marcar o segundo gol do Palmeiras na final da Libertadores, o do título
Leco Viana/TheNews2/Folhapress

O destino colocou nos pés de Deyverson o gol do tricampeonato do Palmeiras na Libertadores.

O atacante, que não figura entre os principais jogadores do elenco do Verdão, fez o segundo contra o Flamengo, na prorrogação, e garantiu a conquista no Centenário, em Montevidéu. Conhecido também pelo jeito “sem filtro”, Deyverson mandou um recado para quem não acreditou no Palmeiras diante do milionário time do Fla.

“Jogamos com um adversário muito forte. Eles foram eleitos campeões. Deram o Palmeiras como morto, na final, mas aqui é família, uma instituição muito grande. As pessoas falam muitas coisas. Tem que respeitar o Palmeiras”, declarou Deyverson em entrevista ainda no gramado.

Veja as fotos da final:

O atacante também falou da maioria rubro-negra na arquibancada do Estádio Centenário.

“O importante não é quantidade, é qualidade”, afirmou.

Deyverson agradeceu a família e disse que a mãe sequer vê os jogos. “Ela passa mal”, contou. Sobre o pai, o herói do tri da América do Palmeiras disse que nem falaria. “Vou chorar”, concluiu o atacante, que de fato chorou ao marcar o gol do tri.