Esportes

Diretor do Corinthians nega acerto com Roger Guedes e vê "liberação difícil" da China

Roberto de Andrade falou de especulações e do trabalho de Sylvinho no clube em entrevista à Rádio Bandeirantes

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 27/07/2021 • 22:15 - Atualizado em 27/07/2021 • 22:38

Em entrevista à Rádio Bandeirantes na noite desta terça-feira (27), o diretor de futebol do Corinthians Roberto de Andrade afirmou que o clube não fez nenhum contato para abrir negociações com o atacante Roger Guedes, de saída do futebol chinês, e que a situação do atleta é considerada “muito difícil”. 

“Não existe nada como o Roger Guedes, já falei isso para vocês 200 vezes. O Corinthians quer o Roger Guedes? Sim, o Corinthians quer o Roger Guedes. Qual é a situação hoje? Nenhuma situação diferente do que sempre foi: ele tem vínculo com o time chinês, até então, não quer liberá-lo. Está muito difícil a liberação. Nós nem conversamos com ele, não tem nada acertado, absolutamente nada. A verdade é essa”, garantiu, lembrando que os dirigentes chineses têm histórico duro em negociações.

Ele também negou informações de jornalistas sobre um acerto de salários com o atacante ex-Palmeiras e Atlético-MG, reiterando que a diretoria corintiana aguarda ele ser liberado do futebol chinês para começar a negociar com os representantes do atleta.

Andrade também disse que a ida recente do clube ao mercado por grandes jogadores foi planejada após uma “limpa” em grandes salários no departamento do futebol, com a saída de atletas, e que o time tem tido superávits na gestão de Duílio Monteiro Alves, apesar da grande dívida acumulada anteriormente.

Giuliano e Renato Augusto, recém-contratados, serão regularizados na próxima segunda-feira (2) e ainda não têm uma data exata para estrearem. O cartola confirmou também que o meia-atacante Rodrigo Varanda, revelado no clube, está em negociações com o Red Bull Bragantino. Ele renovou recentemente contrato até 2024, mas não tem sido aproveitado na equipe principal.

O dirigente também destacou e elogiou o trabalho de Sylvinho, ainda criticado por parte da torcida, e disse que o objetivo do Timão na temporada será para brigar no topo do Campeonato Brasileiro. 

“Vocês mesmo podem notar que o Corinthians hoje é um time um pouco mais organizado do que era. Então, isso já vai no crescente. Agora, como todo treinador, precisa dos resultados, não tem jeito. Acredito que, em breve, os resultados aparecerão”, analisou, dizendo que as críticas não representam grande parte do que pensam os corintianos e elogiando o trabalho do jovem treinador no dia a dia.

Roberto de Andrade falou sobre a situação do Timão dentro e fora dos gramados com Alexandre Praetzel, João Paulo Cappellanes e Alexandre Silvestre, no programa "Esporte em Debate". Ouça a íntegra no começo do artigo.

  • brasileirão
  • roberto de andrade
  • corinthians