Esportes

Ex-presidente do Barcelona é preso acusado de corrupção e lavagem de dinheiro

Da Redação, com BandNews FM 01/03/2021 • 09:42 - Atualizado em 01/03/2021 • 20:50

O ex-presidente do Barcelona Josep Maria Bartomeu foi preso nesta segunda-feira (01) acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e “administração injusta”, segundo informações da imprensa espanhola. 

O CEO do clube, Oscar Grau, e o ex-diretor jurídico, Gomez Ponti, também foram detidos em meio a uma operação policial que também fez buscas no centro de treinamento do clube catalão nesta manhã. 

A decisão foi motivada pelo escândalo chamado de "Barçagate", que, dentre outras suspeitas, apura a contratação de uma empresa que monitorava as redes sociais para defender Bartomeu e criticar atletas como Messi, Xavi e Piqué.

O cartola negou as acusações, mas oito membros do clube apresentaram uma queixa à polícia e levaram adiante a investigação, que está em andamento há meses.

Em novembro do ano passado, o dirigente pediu renúncia do cargo depois de sofrer um processo de Moção de Censura, movido por mais de 20 mil sócios.

Bartomeu também saiu por causa da crise instaurada após o pedido de Messi para deixar o clube. O astro argentino acusou o então presidente de mentir por lhe ter assegurado que ele estaria livre ao término da temporada 2019/2020. 

  • josep maria bartomeu
  • barcelona
  • messi
  • barçagate