Esportes

Final da Libertadores: governo uruguaio aumenta capacidade de público no Estádio Centenário

A partir de desta terça (26), capacidade de público para eventos em locais abertos no país será de 75%

Alinne Fanelli, da BandNews FM 25/10/2021 • 20:29 - Atualizado em 25/10/2021 • 20:34
Presidentes de Palmeiras, Flamengo e Conmebol posam com taça em Montevideú
Presidentes de Palmeiras, Flamengo e Conmebol posam com taça em Montevideú
Conmebol Libertadores/Twitter/Divulgação

As finais da Libertadores e da Sul-Americana vão receber mais torcedores do que o previsto no Uruguai. A partir de desta terça-feira (26), a capacidade de público para eventos em locais abertos no país vai ser de 75% - inicialmente, a liberação era de 50%.

Segundo o governo uruguaio, todos os torcedores com mais de 12 anos deverão apresentar o comprovante com o esquema vacinal contra a Covid-19 completo.

Em locais fechados, a capacidade ficará em 60%.

O Ministério de Saúde Pública do país reforça que a fiscalização precisará ser rígida quanto à apresentação dos comprovantes, distanciamento social e o uso de máscaras.

A orientação é para que o público seja dividido de forma igualitária nos setores dos estádios para que não ultrapasse o limite permitido.

O governo pede que sejam tomadas medidas cabíveis para evitar aglomerações na venda ou troca de ingressos, e na entrada e saída do estádio. 

O estádio Centenário, em Montevidéu, receberá a final da Sul-Americana, em 20 de novembro, entre Athletico-PR e Bragantino; a decisão da Libertadores Feminina, no dia seguinte - torneio ainda não começou; e a grande disputa da Libertadores masculina, no dia 27 de novembro, entre Palmeiras e Flamengo.