Esporte

Paes anuncia desapropriação do Gasômetro para construção do estádio do Flamengo

A Prefeitura do RJ anunciou a desapropriação do terreno neste domingo (23); medida será publicada no Diário Oficial nesta segunda-feira (24)

Da Redação

Paes anuncia desapropriação do Gasômetro para construção do estádio do Flamengo
Crédito: (Marcelo Cortes/Flamengo)

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou neste domingo (23) a desapropriação do terreno do Gasômetro, onde vai ser construído o estádio do Flamengo. A medida será publicada no Diário Oficial nesta segunda-feira (24).

“O Flamengo não vai fazer só um estádio, ali vai ser um lugar de entretenimento, vai ter centro de convenções (...). Vamos trabalhar junto com a direção do Flamengo, com o presidente Landim, com os presidentes que vierem para que a gente possa realizar esse sonho da nação rubro-negra”, disse Eduardo Paes, que é vascaíno.

O clube Rubro-Negro também se manifestou em suas redes sociais, onde parabenizou a Prefeitura do Rio pela desapropriação do terreno para a construção do futuro estádio, sonho de toda a torcida.

Veja a nota do Flamengo:

O Clube de Regatas do Flamengo parabeniza a decisão da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro em desapropriar o terreno do Gasômetro, na região portuária.

A decisão do prefeito Eduardo Paes reconhece o interesse público envolvido e propicia um passo importantíssimo na realização do projeto para erguer o estádio próprio do Flamengo, sonho de toda a Nação Rubro-Negra.

Nosso projeto prevê um enorme investimento financeiro no local, capaz de ajudar na transformação de toda a região do entorno do novo estádio, valorizando em muito a área e entregando para a nossa cidade um novo e moderno espaço, tanto de entretenimento quanto comercial.

Fica o nosso registro dos mais sinceros agradecimentos ao prefeito Eduardo Paes e ao Deputado Federal Pedro Paulo pela sensibilidade que ambos sempre tiveram a respeito deste tema e pela visão empreendedora e positiva em relação ao desenvolvimento econômico e social da cidade do Rio de Janeiro.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais