Esportes

Governo aceita doação do COI e vai vacinar atletas que vão à Olimpíada

Para cada dose cedida, o COI vai doar duas para o Sistema Único de Saúde.

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 11/05/2021 • 10:53 - Atualizado em 11/05/2021 • 16:43
Delegação brasileira será vacinada antes dos Jogos
Delegação brasileira será vacinada antes dos Jogos
Reprodução

O governo federal aceitou a doação do Comitê Olímpico Internacional (COI) e vai vacinar membros da delegação brasileira que vão disputar as Olimpíadas e Paraolimpíadas deste ano em Tóquio, no Japão. 

Serão cerca de 1800 pessoas entre atletas, comissão técnica e jornalistas envolvidos. Para cada dose cedida, o COI vai doar duas para o Sistema Único de Saúde. As vacinas usadas serão das farmacêuticas Pfizer e Sinovac.

A imunização terá início no próximo dia 14 de maio. O prazo-limite para a aplicação da segunda dose a todos os integrantes dos Jogos Tóquio 2020 é 21 de junho, a 15 dias do primeiro embarque para o Japão e a 33 da abertura dos Jogos Olímpicos.

A vacinação acontecerá em seis cidades: Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. O Ministério da Defesa será o responsável pela logística.

“Realizamos várias reuniões com o Ministério da Defesa para facilitar a logística das Forças Armadas. Por exemplo, o vôlei estará concentrado em Saquarema (RJ), e a ideia é que essa vacina vá até lá. Temos muitos atletas treinando no Centro de Treinamento Time Brasil nesse momento e, por isso, queremos usar também esse espaço como ponto de vacinação”, disse Paulo Wanderley, presidente do COB.

Os Jogos de Tóquio serão realizados entre os dias 23 de julho e 8 de agosto. Já a Paraolimpíada acontece de 24 de agosto a 5 de setembro. 

Os eventos seguem confirmados pelos organizadores e pelo governo japonês apesar das críticas à realização - Tóquio voltou a ter alta de casos de Covid nas últimas semanas. 

  • coi
  • vacinação
  • olimpíada