Esportes

Ídolo do Santos, Dorval morre aos 86 anos

Ex-jogador era considerado um dos maiores da história do Peixe e formou o Ataque dos Sonhos, com Coutinho, Mengálvio, Pelé e Pepe

Da Redação 26/12/2021 • 10:44 - Atualizado em 04/01/2022 • 10:35

Dorval, um dos maiores ídolos da história do Santos, morreu neste domingo (26), aos 86 anos. Ele estava internado na Casa da Saúde de Santos, com um quadro clínico delicado e muita tosse. 

Nascido em Porto Alegre, no 26 de fevereiro de 1935, Dorval Rodrigues chegou ao Peixe em 1957 e foi considerado por muitos o melhor ponta-direita do clube. Nos anos 60 formou o Ataque dos Sonhos, ao lado Mengálvio, Coutinho Pelé e Pepe, onde foi bicampeão da Libertadores e do Mundial de Clubes, dentre dezenas de outros títulos.

Ao todo, Dorval entrou em campo com a camisa do Santos em 612 partidas, sendo o quinto atleta que mais atuou na história do Alvinegro Praiano, e marcou 194 gols, obtendo a marca de sexto maior artilheiro do Peixe.

O velório será no Salão de Mármore, na Vila Belmiro, a partir das 17 horas. Já o sepultamento será realizado nesta segunda-feira (27), no Cemitério Paquetá, em Santos. O clube decretou luto oficial de sete dias pela morte do ídolo.

“Dorval só não teve uma história mais brilhante, que ele merecia, porque havia também Mané Garrincha. Por isso não jogou tantas partidas na seleção brasileira. Mas foi um craque”, afirmou Pepe em entrevista a Milton Neves e Ricardo Capriotti no Domingo Esportivo da Rádio Bandeirantes. 

“Ele andava doente, fragilizado. Não tinha a mesma saúde. Era preocupante porque tinha emagrecido bastante”, completou.