Jogo Aberto

Dudu diz que levaria Endrick com Palmeiras ao Mundial: “Jogador diferente”

Em entrevista exclusiva, atacante também falou sobre o Chelsea e preparação para o torneio

Da Redação, com Jogo Aberto 21/01/2022 • 12:36 - Atualizado em 21/01/2022 • 12:55

Em entrevista exclusiva ao Jogo Aberto, Dudu falou sobre a preparação do Palmeiras para o Mundial de Clubes, que terá transmissão exclusiva da Band entre os dias 3 e 12 de fevereiro, e disse que levaria o atacante Endrick, destaque do time na Copinha aos 15 anos, para disputar o torneio em Abu Dhabi. 

“Eu particularmente se fosse o presidente, ou o Abel ou se eu decidisse alguma coisa, eu levaria sem dúvida”, afirmou o camisa 7 - a lista de quem vai ao torneio será divulgada na segunda-feira (24). “Jogador diferente tem que jogar e demonstrar seu futebol”, completou.

O ídolo do Verdão também falou sobre a fase irregular do Chelsea, que se distanciou da briga pelo título do Campeonato Inglês após uma série de tropeços, o início do Paulistão antes do Mundial e a procura do clube por um novo centroavante. Além disso, negou qualquer problema com Rony após voltar a usar a camisa 7. 

Veja os destaques da entrevista com Dudu no Jogo Aberto abaixo:

Preparação para o Mundial

Estamos nos preparando bem com o Abel, a comissão e todo departamento de futebol do Palmeiras. O Abel conhece os jogadores, a gente já se conhece e não importa se for com três zagueiros ou dois. O importante é procurar fazer nosso melhor dentro de campo e o que o Abel e a comissão pedem. Tenho certeza de que todo esse sacrifício vai render bons frutos. O jogo também passa muito pela parte emocional, e uma equipe concentrada e equilibrada tem mais chances de vencer. Todos estamos focados em fazer um grande Mundial.

Início de Paulistão 

“Esperamos fazer uma grande preparação e um grande começo de Campeonato Paulista. Domingo já tem jogo fora de casa contra o Novorizontino, que é sempre muito difícil, mas esperamos um time bem preparado para fazer um grande jogo e conquistar a primeira vitória na competição. Temos quatro jogos antes no Paulista e um bom início também nos daria confiança para o Mundial.

Chelsea em fase irregular

A gente sempre acompanha tudo sobre o Chelsea e o pessoal nos passa. Todo time passa por este momento. Não tem como um time fazer uma temporada inteira sem passar por alguma instabilidade. Sabemos das qualidades dos jogadores deles e do treinador deles, há poucos dias eleito o melhor do mundo. Se chegarmos à final vai ser um jogo muito difícil. Mas não podemos deixar de exaltar nosso time, nossa grandeza e nosso elenco. Não chegamos ao Mundial por sorteio, foi por mérito nosso e ganhando uma competição difícil contra grandes clubes. Vamos treinar para chegarmos bem preparado e conseguirmos este título que é um sonho para o palmeirense. 

Novo camisa 9? 

Todos estão abertos a jogadores que venham somar e ajudar. Confiamos nos que estão aqui trabalhando no dia a dia e dando seu melhor pelo Palmeiras. A torcida sabe muito bem que não vai faltar vontade e trabalho. Se chegar um novo jogador, vamos abraçar e ajudar ele, seja quem for, a se enquadrar ao nosso ritmo e estilo de jogo. Mas deixando bem claro que confiamos nos jogadores que estão aqui. 

Briga com Rony pela camisa 7?

Não teve nenhum problema e nenhuma confusão com o Rony a respeito disso. Logo que voltei ao Palmeiras eles me falaram que não me dariam a 7 naquele momento por respeito ao Rony e porque já estava no meio da temporada. 

Endrick no Mundial?

Eu particularmente se fosse o presidente, ou o Abel ou se eu decidisse alguma coisa, eu levaria sem dúvida. É um menino que pode estar lá com a gente, demonstrou isso no treino. A gente também sabe que não pode botar tanta pressão num menino de 15 anos. Mas eu no lugar do clube levaria e daria oportunidade de jogar. Jogador diferente tem que jogar e demonstrar seu futebol.