Jogo Aberto

"Eles operam os brasileiros na Argentina", diz Ronaldo sobre arbitragem

Comentaristas do Jogo Aberto criticaram postura dos árbitros no duelo entre Boca Juniors e Corinthians

Da redação, com Jogo Aberto 18/05/2022 • 13:11 - Atualizado em 18/05/2022 • 20:03

A arbitragem foi uma das protagonistas do embate entre Boca Juniors e Corinthians, na La Bombonera, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores, na última terça-feira, 17. A partida, que terminou em 1 a 1, teve confusão envolvendo os dois times. 

Ronaldo Giovaneli foi duro em suas colocações e afirmou que a arbitragem foi tendenciosa ao tratar do Corinthians. Para ele, todos os times brasileiros que jogam contra os argentinos saem prejudicados.

“Eles sempre fazem isso! Todo brasileiro que vai enfrentar o Boca, na La Bombonera, quando sai do hotel, a polícia faz a mesma coisa de segurar os ônibus. Se for falar da arbitragem, vamos cair no mesmo lugar. Eles operam os times brasileiros lá [Argentina], não tem jeito", afirmou.

Ulisses Costa concordou com Ronaldo e afirmou que até mesmo o River Plate tem problemas com a arbitragem quando joga contra o Boca.

“Quando é o Boca, até o River Plate sofre com a arbitragem, existe uma proteção incrível. A arbitragem do Uruguai foi uma das piores que eu já vi na minha vida, com seus auxiliares compartilhando. O Vítor [Pereira, técnico do Corinthians] foi expulso porque invadiu o campo, mas o do Boca também e não fizeram nada”, disse.

Aos 69 minutos, Cantillo e Vítor Pereira foram expulsos e uma confusão generalizada aconteceu e somente corintianos foram retirados do jogo.

Debate Jogo Aberto: Elenco condena ato de racismo em Boca x Corinthians e cobra punição