Jogo Aberto

Denílson se vinga após goleada do São Paulo e ganha novo recado do 4 de Julho

"Eu avisei!", disse o comentarista depois do 9 a 1 do Tricolor na Copa do Brasil

Da Redação, com Jogo Aberto 09/06/2021 • 11:47 - Atualizado em 09/06/2021 • 12:26

O Jogo Aberto desta quarta-feira (09) foi de vingança para Denílson Show. Uma semana depois de sofrer muita zoeira por causa da derrota do São Paulo por 3 a 2 para o 4 de Julho, o comentarista vibrou com a goleada por 9 a 1 do Tricolor no jogo de volta pela Copa do Brasil, no Morumbi. 

“O São Paulo deu só um docinho para empolgar. Eu avisei que aqui ia ser massagem. Aquilo foi um acidente de percurso. Agora campo bom, gramado top, esquece. Fiquei com dó, mas o maior respeito com o adversário é o que o São Paulo fez. Guardamo, pai. Sem dar boi. É a vingança do pai”, comemorou. 

Denílson, porém, mais uma vez se recusou a vestir a máscara do Jason - como já aconteceu após o São Paulo ganhar o Paulistão. “Isso aí só dá azar. É igual passar a mão na taça antes da final. Esquece”. 

O que o comentarista não esperava é que, a exemplo do que ocorreu no jogo de ida, mais uma vez os jogadores do 4 de Julho se lembraram dele. Gilmar Bahia enviou um vídeo especial ao programa. “Fala Renata Fan e Denílson Show. Quero agradecer as palavras que vocês falaram de nós. Infelizmente a vitória não veio, mas agora vida que segue e foco na Série D. Um abraço Renata Fan! Denílson Show, você é fera! Tamo junto!”.  

Depois de se divertir com os vídeos na vitória surpreendente do 4 de Julho na ida, Denílson também gostou da mensagem após a goleada tricolor. “Isso me emociona. Fico muito feliz porque é um reconhecimento ao nosso trabalho. Quero agradecer de verdade o carinho que vocês tiveram comigo, com a Renata e nosso time do Jogo Aberto”. 

Renata brincou com o resultado elástico, mas também elogiou o time do Piauí. “Tão falando que o São Paulo vai fazer gol até o dia 4 de julho. Mas o 4 de Julho ganhou não só projeção pelo que fez na ida, mas como encarou o confronto. Em nenhum momento, mesmo na goleada, não apelou ou bateu, como acontece outras vezes. Foram aguerridos”, destacou. 

  • denílson
  • 4 de julho
  • jogo aberto