Jogo Aberto

Qual brasileiro é favorito na Libertadores? Turma do Jogo Aberto analisa

Comentaristas fizeram um alerta sobre o Atlético-MG. E tem a ver com Cuca

Da Redação, com Jogo Aberto 20/04/2021 • 14:38 - Atualizado em 20/04/2021 • 14:39
Turma do Jogo Aberto analisou as chances dos brasileiros na Libertadores
Turma do Jogo Aberto analisou as chances dos brasileiros na Libertadores
Reprodução/Jogo Aberto

A fase de grupos da Libertadores começa nesta terça-feira, 20. E os comentaristas do Jogo Aberto analisaram quem, entre os brasileiros, figura entre os favoritos para levar o título.

Com um elenco caro, o Atlético-MG foi mencionado por quase todos, mas o favoritismo depende de Cuca. Para Edilson, Heverton Guimarães e Ulisses Costa, se o técnico não inventar muito, o Galo vai brigar pelo título.

“Eu preciso ver o Galo melhorar. Cuca! Feijão com arroz, um torresminho e ovo frito!", exclamou Ulisses.

Já Heverton lembrou dos tempos de Jorge Sampaoli, ex-técnico do Galo. “Se o Cuca não inventar, fizer o básico... Esse time precisa mostrar mais. ‘Ah, ah, mas ele tem o jeito dele de jogar, tem o direito de mudar’. Tem! E ele está mudando, o problema é mudar radicalmente em cima do que a gente já via no ano passado, que foi muito bem com o Sampaoli”, analisou o comentarista mencionando a escalação do zagueiro Igor Rabelo como atacante entre as “invenções” do treinador.

“Mas não descarto Flamengo, Palmeiras e São Paulo”, completou.

Denílson ficou em cima do muro, mas disse que Palmeiras e Flamengo entram mais pressionados, e que uma vitória na estreia pode ajudar a afastar o tempo ruim. “Ceni vem sendo questionado [no Flamengo]”, lembrou o pentacampeão, dizendo que o treinador já tem a sombra de Renato Gaúcho, sem clube.  

Ronaldo também aposta no Atlético-MG ao lado de Flamengo e São Paulo. “Vejo esses três numa briga boa”, comentou.

Assista:

  • Libertadores