Jogo Aberto

Que fase! Garotada do Palmeiras impressiona Renata e Denílson contra Cuiabá

Após festa pela Libertadores, time alviverde voltou a vencer, agora pelo Brasileirão

Da Redação, com Jogo Aberto 01/12/2021 • 12:30 - Atualizado em 01/12/2021 • 16:40

Três dias depois de conquistar o tri da Libertadores, o Palmeiras mandou a garotada a campo e voltou a se dar bem, derrotando o Cuiabá fora de casa por 3 a 1 pelo Brasileirão. No Jogo Aberto desta quarta-feira (01), Renata Fan e Denílson admitiram que se surpreenderam com o rendimento do time alviverde. 

“Os meninos jogaram leve, bem, com segurança e se impuseram diante de um Cuiabá que tem jogadores experientes”, disse a apresentadora. “Foi legal de ver. Os jogadores do Palmeiras estavam com câimbras no fim do jogo, se desgastaram e quiseram aproveitar a oportunidade”, completou o comentarista. 

Renata disse que “uma partida só é pouco para avaliar”, mas destacou a atuação do zagueiro Michel, dos atacantes Gabriel Silva e Giovani, do lateral Gustavo e do goleiro Vinicius Silvestre, que fez uma defesa “mágica” em cabeçada de Paulão e mostrou serviço num momento em que a permanência do reserva imediato Jaílson ainda é incerta.

“Também foi legal ver como o padrão de jogo foi mantido. O Michel dá um lançamento no primeiro gol assim como o Gustavo Gómez fez contra o Flamengo, além de outras jogadas. Isso acontece muito na Europa. O jovem chega ao profissional e não tem dificuldade de entender o sistema”, completou Denílson. 

Grande aposta da base palmeirense, Gabriel Verón também deixou sua marca com um belo gol, mas foi expulso ao tirar a camisa na comemoração - ele já tinha amarelo. “Foi uma pena, mas foi correta a expulsão. Ele teria mais chances como titular nesta reta final”, disse o comentarista.

Cuiabá na bronca com a arbitragem

Depois da partida, o técnico Jorginho detonou a arbitragem e reclamou que um pênalti de Vinícius sobre Elton não foi marcado  no segundo tempo, quando o jogo ainda estava 2 a 1 (assista ao lance acima). Renata e Denílson discordaram do treinador.

“Eu não marcaria esse pênalti não. O Elton já dobra as pernas antes do contato com o goleiro. Acho que é ele quem busca o contato”, avaliou o comentarista.