Esportes

Landim descarta volta de Jesus ao Flamengo: ‘Nosso técnico é o Rogério Ceni’

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 01/03/2021 • 14:09 - Atualizado em 01/03/2021 • 14:28
Jorge Jesus na época de Flamengo: técnico atravessa fase turbulenta no Benfica
Jorge Jesus na época de Flamengo: técnico atravessa fase turbulenta no Benfica
Divulgação

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, descartou qualquer possibilidade de repatriar o técnico Jorge Jesus, que atravessa má fase no Benfica, em Portugal. Jesus foi campeão brasileiro e da Libertadores em 2019, mas deixou o clube após a conquista do Carioca em 2020.

Em entrevista exclusiva ao apresentador Elia Júnior, no “Nossa Área”, na Rádio Bandeirantes nesta segunda-feira, 1, Landim garantiu que está satisfeito com o trabalho do técnico Rogério Ceni.

“Ele [Jorge Jesus] escolheu o caminho dele, de ir lá para Portugal. Ele tem contrato lá. Eu não vejo possibilidade de ele sair, como todo mundo coloca. Nosso técnico é o Rogério Ceni e estamos felicíssimos com ele. Não só nós, mas os jogadores. Acho que temos um grupo unido e forte”, afirmou o dirigente.

Landim também falou sobre o momento de turbulência, no começo do trabalho de Ceni – torcedores chegaram a pedir a saída do treinador, com críticas que abalaram até o pai do técnico. Para o presidente, a mudança no comando e a ausência de torcida, por causa da pandemia de Covid-19, dificultaram a melhora da equipe nesta temporada.

“Não só o Jorge Jesus [a saída do técnico], mas a ausência da torcida. O Flamengo jogou ano passado com mais de 40 mil pessoas apoiando o time. Sobre o Jorge Jesus, tinha o fato de o time ter encaixado. No início o Flamengo não foi bem, mas depois começou a jogar. É normal que, quando chega um técnico, ele queira fazer testes. Nós tivemos problemas de lesões seríssimos. Era muito difícil manter o time base”, analisou Landim, comentando o início de temporada do time, que teve Domènec Torrent como substituto de Jesus antes da chegada de Ceni.

  • Flamengo