Esportes

Muricy se surpreende com desafio no São Paulo: "Trabalho mais do que como técnico"

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 02/03/2021 • 16:12 - Atualizado em 03/03/2021 • 17:01
Ex-treinador disse que entrevistou 10 candidatos até encontrar Crespo
Ex-treinador disse que entrevistou 10 candidatos até encontrar Crespo
Rubens Chiri/Site São Paulo

O coordenador técnico do São Paulo, Muricy Ramalho, participou do programa Nossa Área, da Rádio Bandeirantes, nesta terça-feira (02) e abriu o jogo sobre o desafio que encontrou na nova função no clube. 

“Estou trabalhando muito mais do que como técnico", admitiu o tricampeão brasileiro. “Quando fui convidado, eu já sabia da dificuldade que o São Paulo se encontrava. Mas quando vi os números... É muito pior do que eu imaginava. É um desafio. Mas a vontade de acertar desse pessoal que entrou lá é muito grande”.

Apesar do cenário, o ídolo do São Paulo está otimista sobre o futuro do clube e disse que faz questão de mostrar transparência no trabalho. “A gente não pode esconder as coisas. A situação não é boa mesmo. Nós encontramos pessoas lá que querem melhorar o São Paulo. Eu tenho certeza que vão melhorar o São Paulo”, apostou, acrescentando que a identificação com o clube foi decisiva para aceitar o novo cargo. 

“De quatro anos para cá o torcedor me encontra e pede para voltar. Por isso eu voltei. Não preciso do futebol. É um chamado de um clube onde eu nasci. Estou lá desde os nove anos. Você recebe uma convocação e não pode dizer não”.

Confira a íntegra da entrevista com Muricy:

Muricy também contou como foi a escolha por Hernán Crespo como técnico. “Eu entrevistei 10 treinadores. Nunca fiz isso, mas foi bom porque aprendi bastante. Eu fui prático e correto para mostrar onde eles estavam vindo um time que há oito anos não ganha. Parou um pouco no tempo. A verdade é essa. Não tem dinheiro para investir. E vai ter que ter resultado. Não adianta".

O coordenador técnico tricolor disse que o comandante argentino tem um elemento que ele considerava fundamental. “É um treinador que realmente tem conceito e identidade. O Crespo tem história no futebol, como jogador. A formação foi excelente porque foi na Europa. E que seja um vencedor. O que mais nós queríamos é a fome. O cara está com fome. Está no início da carreira dele”, disse. “Nós temos que ganhar. Aqui não tem surpresa. Aqui foi tudo esclarecido.”

Muricy também falou sobre a busca por reforços para a sequência da temporada: “A gente precisa de uns quatro jogadores, mas a parte financeira é muito difícil. Estamos atrás de investidores. Nós temos um bom plantel, mas é um pouco desequilibrado. Isso ele (Hernán Crespo) falou.”

  • muricy ramalho
  • são paulo
  • rádio bandeirantes