Esportes

Não pulamos fila, diz presidente do Atlético-GO após vacinação do time

Elenco do time goiano recebeu imunização após partida no Paraguai

Da Redação, com BandNews FM 07/05/2021 • 22:47 - Atualizado em 08/05/2021 • 08:02
Elenco do time goiano recebeu imunização após partida no Paraguai
Elenco do time goiano recebeu imunização após partida no Paraguai
Atlético-GO/Divulgação

O presidente do Atlético-GO defende a posição do clube em ter recebido as vacinas contra a Covid-19 disponibilizadas pela Conmebol.

A delegação da equipe goianiense foi imunizada em Assunção, no Paraguai, após a vitória por 2 a 1 sobre o Libertad, pela Copa Sul-Americana.

Em entrevista exclusiva à BandNews FM, Adson Batista disse que, se necessário, tomaria de novo a mesma decisão.

“O Atlético foge de discursos populistas, sensacionalistas, nos quais vive o nosso país. Hoje é tudo politizado. Nós não pulamos fila nenhuma, nós não desrespeitamos ninguém aqui no Brasil, até porque estávamos no Paraguai. Entendemos que era uma boa oportunidade”, declarou.

Segundo o mandatário, o Atlético-GO utilizou 44 de 70 doses disponibilizadas pela Conmebol. 

Sobre a segunda aplicação da vacina, Adson afirmou que ainda não há nenhuma definição, mas que há a possibilidade de ocorrer nas próximas viagens internacionais pela Copa Sul-Americana.

Os clubes dos torneios organizados pela Conmebol e a delegação da seleção brasileira que disputará a Copa América estão no plano de imunização da entidade máxima do futebol sul-americano.

Porém, a entrada das vacinas no Brasil depende de liberação da Anvisa e do Ministério da Saúde.

  • Covid-19
  • Futebol