Os Donos da Bola

Muricy se impressiona com volante do São Paulo e aposta em Daniel Alves na seleção

Coordenador técnico disse no Donos que não há lateral direito melhor que o jogador tricolor

Da Redação, com Os Donos da Bola 29/04/2021 • 14:08 - Atualizado em 29/04/2021 • 14:12

Em entrevista ao programa Os Donos da Bola desta quinta-feira (29), Muricy Ramalho, coordenador técnico do São Paulo, revelou quem é o jogador da base que mais chamou a atenção dele neste retorno ao clube. 

“O que mais me impressiona é o Talles Costa. O menino tem 18 anos, mas jogou outro dia no Morumbi parecendo um veterano. É um volante que tem o passe, e não tô falando de passe pro lado. Ele é vertical”, destacou Muricy, que vem dando ênfase à integração da base com os profissionais comandados pelo argentino Hernán Crespo.

“Cotia e Barra Funda estavam um pouco distantes e estamos dando uma reformulada. Trazemos os jogadores do Sub-17 e Sub-20 toda semana para o Crespo conhecer. Falamos inclusive quando contratamos o Crespo que a gente precisava dar espaço para a base”, revelou. 

Enquanto Talles Costa parece um veterano, Muricy também exaltou na entrevista um nome que tem história de sobra no futebol: Daniel Alves. Para o coordenador técnico, o jogador de 37 anos tem tudo para voltar à seleção brasileira agora que está atuando como ala direito do São Paulo.

“Lateral direito não tem igual a ele. É disparado o melhor. A parte física dele é impressionante. Ele chega cedo, joga todas, não se machuca. E é um ala construtor, coisa que o Tite também gosta na seleção. O que esse cara se dedica e corre me impressiona. Levo fé que ele vai voltar para a seleção nesta posição”, apostou. 

Já sobre reforços, Muricy ressaltou a grave crise financeira do Tricolor, mas garantiu que continua atento. “Estamos de olho no mercado. Não dá para esconder, o Casares (presidente) e a gestão é transparente, e nossa situação é complicadíssima. Mas a gente trabalha diariamente e continua atrás. O São Paulo precisa se recuperar e vai se recuperar fazendo bons negócios, ganhando títulos e olhando com carinho para a base, mas para fora também”, concluiu.

  • muricy ramalho
  • os donos da bola
  • são paulo