Os Donos da Bola RJ

Conheça o Millonarios (COL), adversário do Fluminense na pré-Libertadores

Time colombiano vive bom momento na temporada e tem o estádio El Campín como aliado

Igor Dorilêo 22/02/2022 • 19:13
Esse é o primeiro duelo do confronto, que vai ser decidido no dia 1º de março
Esse é o primeiro duelo do confronto, que vai ser decidido no dia 1º de março
Divulgação/Millonarios FC

O Fluminense estreia na Copa Libertadores da América, nesta terça-feira (22), diante do Millonarios (COL), em Bogotá, às 21h30, o segundo maior campeão colombiano da história. A equipe da capital chega para a 18ª participação na competição vivendo um bom momento. Atualmente, é o terceiro colocado no torneio nacional e foi vice-campeão em 2021. Nesta temporada, em oito jogos oficias, são cinco vitórias, dois empates e apenas uma derrota.

“O ponto positivo desse Millonarios é que eles atacam sempre. E a juventude do time é um ponto positivo e ao mesmo tempo negativo. São jogadores que querem mostrara que podem jogar no Millonarios, mas não é um time tão experiente como o Fluminense, que tem Felipe Melo, Germán Cano…” disse o jornalista colombiano Nestor Ibarra, do site Gol Caracol, que acompanha de perto o adversário tricolor.

O estádio El Campín, que fica 2.552 metros acima do nível do mar, promete ser um grande aliado para os time da casa. Além disso, a torcida deve lotar o estádio e mais de 30 mil pessoas são esperadas. Alberto Gamero, técnico do Millonarios, falou sobre a altitude em entrevista coletiva dada as vésperas do duelo.

“Nesses tipos de jogos, quando pesa a altitude ou o calor, muitas vezes as equipes têm que saber aproveitar. Se para eles pesa, podemos colocar intensidade de jogo e ter um favorecimento nesta partida”, afirmou Gamero.

No retrospecto do Millonarios contra brasileiros na história há um equilíbrio. Em 15 jogos, são seis vitórias, dois empates e sete derrotas. Esse é o primeiro duelo do confronto, que vai ser decidido no dia 1º de março, no jogo de volta no estádio de São Januário. Nesta edição, o gol qualificado fora de casa passa a não contar mais como critério de desempate.