Esportes

Pedri, do Barcelona, conquista o Golden Boy, prêmio de melhor jogador sub-21 da Europa

Meia da equipe catalã recebe o troféu com a maior vantagem registrada pelo jornal italiano Tuttosport

Da Redação 22/11/2021 • 10:43 - Atualizado em 22/11/2021 • 11:28
Pedri, do Barcelona, é eleito o melhor jogador sub-21 da Europa em 2021
Pedri, do Barcelona, é eleito o melhor jogador sub-21 da Europa em 2021
Reprodução/FC Barcelona

O jornal italiano Tuttosport anunciou nesta segunda-feira (22) o vencedor do prêmio Golden Boy, dado ao melhor jogador sub-21 da Europa. O troféu ficou com o meia Pedri, do Barcelona e da seleção espanhola, de 18 anos.

O jovem conquistou o Golden Boy com a maior vantagem de votação para o segundo colocado registrada pelo periódico. Enquanto o craque espanhol somou 318 pontos, o inglês Jude Bellingham, do Borussia Dortmund, obteve 199 pontos.

"Receber esse troféu me deixa muito orgulhoso. Obrigado a todos votantes e torcedores que sempre me apoiaram, neste ano incrível de 2021 para mim — declarou Pedri, em vídeo ao Tuttosport.

Pedri foi destaque do Barcelona na temporada passada e ajudou a seleção da Espanha a chegar na final dos Jogos Olímpicos, onde perdeu para o Brasil e ficou com a medalha de prata. Atualmente, o jogador se recupera de uma lesão na perna esquerda.

A votação do Golden Boy é composta por 40 jornalistas. Cada um elege os cinco melhores jogadores da temporada. O primeiro colocado recebe dez pontos, enquanto sete vão para o segundo, cinco para o terceiro, três para o quarto e um para o quinto. Ao todo, 26 profissionais colocaram Pedri na primeira colocação.

Criado em 2003, o prêmio já foi conquistado pelos brasileiros Anderson, em 2008, quando atuou pelo Manchester United, e Alexandre Pato, no ano seguinte após bom desempenho no Milan. O último vencedor do Golden Boy havia sido o norueguês Erling Haaland, do Borussia Dortmund.

Confira todos os vencedores do Golden Boy:

  • 2003: Van der Vaart (Ajax)
  • 2004: Rooney (Everton)
  • 2005: Messi (Barcelona)
  • 2006: Fábregas (Arsenal)
  • 2007: Agüero (Atlético de Madrid)
  • 2008: Anderson (Manchester United)
  • 2009: Alexandre Pato (Milan)
  • 2010: Balotelli (Inter de Milão)
  • 2011: Gotze (Borussia Dortmund)
  • 2012: Isco (Málaga)
  • 2013: Pogba (Juventus)
  • 2014: Sterling (Liverpool)
  • 2015: Martial (Manchester United)
  • 2016: Renato Sanches (Benfica)
  • 2017: Mbappé (Mônaco)
  • 2018: De Ligt (Ajax)
  • 2019: João Félix (Benfica e Atlético de Madrid)
  • 2020: Haaland (Borussia Dortmund)
  • 2021: Pedri (Barcelona)