Esportes

Por religião, Edílson não quer mais ser chamado de Capetinha; ele explica

Da Redação 26/07/2020 • 16:09 - Atualizado em 26/07/2020 • 16:10
Edilson em ação pelo Corinthians, nos seus tempos de Capetinha
Edilson em ação pelo Corinthians, nos seus tempos de Capetinha
Caio Guatelli/Estadão Conteúdo

Por causa do estilo irreverente e driblador, Edílson ficou conhecido como Capetinha. O apelido o acompanhou por quase toda a carreira em que infernizou as defesas adversárias. Hoje, fora dos gramados, o comentarista do Os Donos da Bola não quer mais a alcunha endiabrada. Tanto que o perfil de Instagram é “Edílson Jogador”. O motivo: segundo ele, é a rejeição dos evangélicos.

“Edílson Jogador, Capetinha não”, ressaltou o ex-jogador no intervalo do Donos esta semana. “Os evangélicos não estão querendo me seguir por causa do ‘Capetinha’”, explicou.

Questionado por Neto, Edílson reconheceu, porém, que já teve seus tempos de “capeta”.

“Em alguns momentos eu fui [capetinha]. Ah eu fui...”, admitiu.

Todo domingo, o canal Craque Neto 10 no YouTube publica os melhores momentos dos intervalos do Os Donos da Bola no quadro Por Trás das Câmeras, com os bastidores do programa.

Assista:

Para ver mais vídeos, entre no canal Craque Neto 10, inscreva-se e ative o sino para receber as notificações.

  • sr
  • Edílson
  • Os Donos da Bola