Esportes

Rogério Ceni comenta faca e invasão na Copinha: “Ser humano não deu muito certo”

Treinador fez a sua primeira entrevista coletiva da temporada e também falou da estreia no Paulistão

Rodrigo Lima 26/01/2022 • 16:45
Rogério Ceni avaliou a equipe do São Paulo em sua primeira coletiva de 2022
Rogério Ceni avaliou a equipe do São Paulo em sua primeira coletiva de 2022
Reprodução

O treinador do São Paulo, Rogério Ceni, concedeu sua primeira coletiva na temporada 2022 e falou sobre a preparação da equipe tricolor que estreia na quinta-feira (27) pelo Campeonato Paulista e a invasão e arremesso de uma faca na partida entre São Paulo e Palmeiras pela semifinal da Copinha.

Questionado sobre a violência nos estádios e o acontecido no Choque-Rei da Copa São Paulo de Futebol Junior, Ceni disse que a questão da violência é um mal na sociedade e que falta investimento na educação.

"É na sociedade como um tudo, não só no futebol. A violência, a falta de respeito, vem crescendo. O ser humano não deu muito certo, estão perdendo valores. Pouco investimento em educação, e as pessoas se formam achando que podem fazer o que bem entender. Se vê no dia a dia, nas ruas, doméstica e nos estádios”, afirmou Rogério Ceni.

Ao responder uma pergunta do repórter Thiago Kansler, do Grupo Bandeirantes, Rogério Ceni falou sobre o quão forte o São Paulo será na temporada e na disputa por títulos com a chegada de reforços.

“Os nomes que chegaram são todos bons jogadores. Nikão, Alison, Jandrei, Patrick e Rafinha”, disse Ceni, que completou falando que o clube segue no mercado para brigar por títulos – “Mas, para brigar mais alto, nós precisamos de mais e eu tenho certeza que a diretoria está tentando de todas as maneiras”.