Show do Esporte

André Jardine destaca ouro olímpico em Tóquio e revela assistência a Tite

Técnico da seleção brasileira olímpica fala sobre bicampeonato no Japão e sobre conselhos nas convocações do time principal

Da Redação, com Show do Esporte 26/12/2021 • 16:24

André Jardine, técnico da seleção brasileira olímpica, tem motivos para comemorar em 2021. O comandante foi peça importante na conquista do bicampeonato do futebol em Tóquio sobre a Espanha e ganhou mais moral na CBF.

Em entrevista ao Show do Esporte neste domingo (26), o treinador relembrou a campanha da medalha de ouro no Japão e destacou o quão importante foi a conquista olímpica.

“Para a maioria de nós foi a primeira Olimpíada. Alguns da comissão estavam na conquista da primeira (no Rio de Janeiro, em 2016), mas para os atletas e para nós foi uma sensação única e uma grande experiência que a gente guarda pelo resto da vida”, disse Jardine.

O treinador da seleção olímpica também revelou ser um assistente de Tite, mesmo sem fazer parte da comissão do comandante da seleção principal.

“A comissão dele está muito redondinha, e eu já me sinto um assistente. Eu tenho ajudado dentro do que eu posso, conversando com o Cléber (Xavier), com o Matheus (Bachi) e com o Tite. Já participei de muitas convocações e já dei opiniões decisivas sobre um jogador ou outro”, conta.

André Jardine destacou a importância do time olímpico na seleção principal: “Não tenho dúvida (que a seleção olímpica é determinante). São jogos diferentes que trazem uma responsabilidade. Alguns jogadores crescem e outros atletas não conseguem manter o nível do clube. É importante sim", completa.