Esportes

Victor Luis comemora volta de Dudu e diz que vive momento "surreal" no Palmeiras

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, lateral falou que foi difícil dormir após marcar contra o Corinthians

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 18/05/2021 • 09:11 - Atualizado em 18/05/2021 • 09:13

Depois de um empréstimo ao Al-Duhail, do Catar, o ídolo Dudu estará de volta ao Palmeiras no dia 1 de julho. Em entrevista ao programa Os Donos da Bola, da Rádio Bandeirantes, o lateral Victor Luis acredita que o atacante vai tornar o elenco do Verdão ainda melhor. 

“A expectativa é a maior possível porque quando você tem uma equipe de qualidade e vai chegar mais um jogador de qualidade, com a quantidade de jogos que temos para disputar, é extremamente importante ter uma equipe qualificada para desempenhar um bom papel em todos os jogos. O Dudu voltando acho que é felicidade, ele é um ídolo para toda a torcida palmeirense. Tenho certeza que ele vai agregar demais e ajudar nos campeonatos que vamos disputar. A relação que tive com ele sempre foi muito legal", declarou. 

Autor do primeiro gol da vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, que garantiu ao Palmeiras uma vaga na final do Campeonato Paulista, Victor Luis falou sobre o momento dele no clube.

"É um momento surreal. Palmeiras e Corinthians, a história que eu tenho no clube, poder marcar em uma final. Foi até difícil dormir. Estou muito feliz. Mas a gente sabe como o futebol é dinâmico, né? Ontem já passou, a gente tem que estar preparado para hoje e a vida não para".

O lateral foi revelado na base do Palmeiras e, ao longo da carreira, foi emprestado para clubes como Ceará e Botafogo. Segundo ele, os momentos difíceis foram fundamentais para seu crescimento.  

"Eu tive uma vida no Palmeiras em que eu vivi tudo, desde momentos muito difíceis, quando aprendi muito, cresci muito como jogador e pessoa em 2014, até títulos. Desde o Sub-11 sempre tive o grande sonho de ser campeão. O grande sonho do jogador da base é subir e ser campeão. Mas ter começado em um momento tão difícil me fez crescer muito como jogador. Eu agradeço aos clubes que abriram as portas para mim, meu pai sempre me ensinou a ter gratidão”.

Por causa da suspensão de Matías Vinã nos três primeiros jogos da Libertadores, Victor Luis aproveitou a oportunidade e acabou se tornando titular da equipe de Abel Ferreira mesmo depois do retorno do uruguaio .Segundo ele, os dois jogadores mantêm uma relação de parceria, não de rivalidade.

“A gente tem uma troca bem legal mesmo, sem hipocrisia nenhuma. O Viña é um parceiro que apesar de jovem é um cara experiente, de seleção, a gente troca muitas coisas e aprende muito juntos. Eu sou um cara muito defensivo e direto eu falo com ele ‘pô, cara, como você acha melhor quando vai para o ataque?’, questões de cruzamento, falamos muito sobre isso. Não nos vemos como rivais. A gente tem uma disputa mas é muito saudável porque os dois acabam crescendo com isso porque sabemos que tem espaço para os dois”.

Victor Luis falou ainda sobre ser torcedor do Palmeiras antes de ser atleta: “Minha relação de torcedor é desde pequeno mesmo. Comecei no futebol, no sub-11, desde o antigo Palestra Itália. Era muito bacana porque, por sermos da base, podíamos entrar de graça nos jogos. Eu tinha uma relação com o pessoal da torcida, com o meu pai… Na realidade, a gente sempre foi amante de futebol, de futebol bom. Começamos a viver essa atmosfera, quem já viveu sabe o que é, o quão emocionante é. Já xinguei jogador ‘para caramba’ também”.

O lateral esquerdo Victor Luís conversou com Craque Neto, Gabrielle Guimarães, Gustavo Soler e Vinicius Bueno no “Donos da Bola” na Rádio Bandeirantes. A íntegra do bate-papo está no vídeo acima. 

  • victor luís
  • palmeiras