Esportes

Vítor Pereira sobre derrota para o Fluminense: "Uma hora corda arrebenta"

Treinador afirmou que correr risco foi necessário por causa de partida contra o Boca Juniors

Da redação 03/07/2022 • 12:50 - Atualizado em 03/07/2022 • 14:45

A tarde do último sábado, 2, é de se esquecer para Vítor Pereira e todo o elenco do Corinthians. No Maracanã, o Timão foi goleado por 4 a 0, pelo Fluminense e perdeu a vice-liderança do Brasileirão.

Vítor Pereira, treinador do Corinthians, optou por levar um time reserva para atuar contra o Tricolor carioca pensando no embate difícil contra o Boca Juniors, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, na Argentina.

"Eu não me recordo, na minha carreira, de uma derrota assim. Mas foi justa pelo o que aconteceu em campo. Nós priorizamos o jogo contra o Boca. Sabíamos dos riscos, sabíamos que juntando a maioria dos jogadores que não têm tido oportunidade, com falta de ritmo, com alguns miúdos... Pegando um Fluminense bem trabalhado, que está fresco, na máxima força, sabíamos que o risco era grande. Sabíamos que cometeríamos erros, como cometemos", afirmou o treinador.

Vítor ressaltou ainda que a “corda” do Corinthians arrebentou depois de tanto esticar e que para partida contra o Fluminense tinha seus riscos.

“É uma derrota pesada, que nos custa muito. Mas a corda estica, estica, estica, e chega um dia em que arrebenta. Contra fatos, não há argumentos. Para esse jogo, não tínhamos argumentos para enfrentar uma equipe com o nível do Fluminense", disse.

Treinador finalizou dizendo que atletas que foram para partida são jovens e não possuem muito entrosamento, os mais experientes que entraram ao longo da partida só podiam jogar 45 minutos, já que o Corinthians não pode colocar em xeque o jogo contra o Boca Juniors.