Horóscopo Band

O que significa a lua no mapa astral? André Mantovanni explica

No mapa natal, a posição da Lua por signo mostra como nos emocionamos e respondemos ao ambiente, bem como nossos hábitos instintivos; saiba mais:

Por André Mantovanni

O que significa a lua no mapa astral? André Mantovanni explica Envato Elements
Envato Elements

Na astrologia, a Lua é o regente de Câncer. Ela representa nossas necessidades pessoais mais profundas, nossos hábitos, reações básicas e inconsciente. Onde o Sol age, a Lua reage. Como reagimos ou respondemos instintivamente aos problemas? O que sentimos que precisamos para uma sensação de segurança? Olhe para a Lua em seu mapa natal para obter as respostas.

A Lua está associada à mãe e à energia feminina em geral. É nossa criança interior, nossa mãe interior. É flexibilidade, receptividade e introspecção. A Lua é a nossa reação espontânea e instintiva. Ela também nos mostra aquilo que nos faz sentir seguros, amados, nutridos e cuidados. 

Como representa tudo aquilo que nos traz segurança, a posição da Lua no mapa astral revela ainda nossos hábitos e todas as atividades que são repetitivas - isso significa que nossos vícios e padrões limitantes também estão sob o seu domínio.

Também podemos pensar na Lua como aquilo que nos dá animação. Ela rege o fluxo e o refluxo rítmico de atividade e energia. Enquanto o Sol é racional, a Lua é irracional. Comportamentos e preconceitos habituais são regidos pela Lua. Os preconceitos não podem ser encenados, pois o Sol pode censurá-los, mas a Lua governa nossas reações e sentimentos espontâneos.

Quando falamos por impulso, sem saber por que agimos de determinada forma, mostramos a nossa Lua se expressando apesar de nosso Sol

Sol x Lua 
 

A relação entre os dois pode ser entendida quando queremos dizer algo, mas sabemos que não devemos. Essa é a pura representação da Lua querendo se expressar e o Sol freando os seus instintos por meio da racionalidade.

Tudo aquilo que não encontra palavras ou meios de expressão são os produtos da Lua em nossa vida. Quando somos incompreendidos é a nossa natureza lunar, expressa imperfeitamente através do signo solar. Quando sabemos o que se deve fazer, mas não conseguimos encontrar a maneira certa de fazê-lo, é a nossa Lua que sabe por qual caminho seguir, conflitando com Sol que se recusa a reagir em harmonia. Além disso, quando falamos por impulso, sem saber por que agimos de determinada forma, mostramos a nossa Lua se expressando apesar de nosso Sol (se ficamos interiormente satisfeito com o discurso involuntário), ou o Sol se expressando contra a vontade da Lua (se ficamos descontentes com o que escapou).

Coisas que dizemos sem pensar – intuições, palpites, instintos – são frutos da Lua. Os modos de expressão da nossa verdade, o nosso eu mais profundo pertencem à Lua: arte, letras, trabalho criativo de qualquer tipo; amor; negócios idealizados por nós. Tudo o que sentimos ser profundamente nós mesmos, sejamos ou não capaz de fazer algo a respeito no mundo exterior, é o produto de nossa Lua e do signo que ela ocupa ao nascermos.

Coisas que dizemos sem pensar – intuições, palpites, instintos – são frutos da Lua 


A Lua imprime o passado em nossas vidas por meio dos sentimentos, enquanto o Sol reflete o presente, o aqui e agora. Quando estamos encenando nossa Lua, somos imaginativos, criativos, intuitivos, sentimentais, adaptáveis, introspectivos e protetores. Do lado negativo, podemos ser mal-humorados, inquietos e irracionais.

No mapa natal, a posição da Lua por signo mostra como nos emocionamos e respondemos ao nosso ambiente, bem como nossos hábitos instintivos, especialmente em nossas casas e em particular. Ela representa o feminino, a energia interior, as emoções, as reações, a criação, a fertilidade, a intuição, a receptividade, o lado direito do cérebro e a água.

Enquanto o Sol passa aproximadamente um mês em cada signo, a Lua leva cerca de vinte e oito dias para percorrer todo o zodíaco, permanecendo em média dois dias e meio em cada signo.

No mapa natal, a posição da Lua por signo mostra como nos emocionamos e respondemos ao nosso ambiente, bem como hábitos instintivos

Veja como se comportam os nativos com a Lua em cada signo:

Áries

São emocionalmente corajosos e competitivos. Os seus sentimentos são estimulados por desafios ou obstáculos a vencer. Muitas vezes são impacientes, intensos e abruptos. Precisam de muito estímulo e ação para se manterem longe de problemas. Nos relacionamentos, desejam assumir a liderança, estar no controle e dominar seu parceiro.

Touro

São constantes e equilibrados. Tem um humor estável e adoram compromissos. Nos relacionamentos, precisam de uma conexão física poderosa e gostam de criar um reino privado com o parceiro. Podem ser ciumentos, teimosos e apegados. Precisam sentir-se seguros na relação.

Gêmeos

Os nativos com a lua em gêmeos gostam de se divertir. São dominados pelo intelecto, mudam muito de humor e têm um interesse flutuante. São caçadores de emoções e exploradores de novidades. Embora sejam gentis e generosos, podem parecer frios e desconfiados. Nos relacionamentos, tendem a ficar entediados e a não se aprofundarem. Precisam ser constantemente estimulados pelo parceiro.

Câncer

São empáticos, românticos e carinhosos. Conseguem sintonizar suas emoções e as dos outros e gostam de cuidar das pessoas a sua volta. Nos relacionamentos são extremamente sensíveis e procuram estabelecer conexões profundas com o parceiro.

Leão

Sua vida emocional é apaixonada e ardente. Têm um grande coração e sentem tudo de maneira intensa. São entusiasmados, calorosos e tem um desejo incontrolável de proteger e dedicar-se ao cuidado com o outro. Nos relacionamentos, podem ser dramáticos exagerando na forma como expressam os sentimentos. Têm a necessidade de que o parceiro demonstre afeto de forma recíproca e gostam de estar no centro das atenções.

Virgem

São emocionalmente estáveis e controlados. Têm uma tendência a julgar e criticar, a si mesmo em primeiro lugar, e os outros. São prestativos e se preocupam em de servir, proteger e organizar a vida dos que ama. Nos relacionamentos, precisam de alguém que possa aliviar o clima, fazê-lo rir e ajudá-lo a se livrar das inseguranças e ansiedades. 

Libra

Têm tendência a intelectualizar seus sentimentos, racionalizá-los e compartimentá-los, o que pode fazer com que pareçam frios ou indiferentes. Nos relacionamentos, demonstram afeto de forma clara, objetiva e com muito cuidado e preocupação. Procuram trocas equilibradas e amistosas.

Escorpião

Emocionalmente profundos e intensos, apresentam altos e baixos constantes. Por insegurança, nem sempre demonstram as emoções vivenciando-as internamente. Nos relacionamentos, são atraídos pelo que é misterioso e oculto. O sexo é extremamente importante para eles e é a melhor forma que encontram de expressar o seu amor e compromisso. 

Sagitário

Entusiasmados, pulsantes e bem-humorados, gostam de contemplar os próprios sentimentos. Sentem uma necessidade constante de liberdade e espaço para manterem-se em movimento, procurando aventura e emoção. Nos relacionamentos, não gostam de ser sufocados, acariciados ou analisados. Procuram um parceiro divertido que esteja preparado para explorar o mundo com ele.

Capricórnio

Autossuficientes, podem ser emocionalmente rígidos e controlados. Reservados, não costumam expor a vida pessoal. Nos relacionamentos, exigem demais dos parceiros e demoram para criar laços. Buscam um companheiro ambicioso e trabalhador que leve seus deveres a sério. Não são adeptos aos encontros casuais e diversão, buscam parceiros para dividir a vida. 

Aquário

São emocionalmente racionais. Podem ser muito desapegados e inconstantes se relacionando de forma superficial. Prezam pela sua autossuficiência e liberdade. Nos relacionamentos são imprevisíveis 

E desapegados. Seus parceiros podem sentir que realmente nunca conheceram o seu eu verdadeiro.

Peixes

São gentis, compreensivos, criativos, sensíveis e muito empáticos. São um livro aberto de emoções, seus sentimentos fluem facilmente e são capazes de perceber como os outros se sentem. Nos relacionamentos, são amorosos e atenciosos. Tendem a colocar as necessidades do parceiro em primeiro lugar, mas também gostam de bancar o mártir. A lição e a jornada da sua vida é aprender a acreditar mais em si mesmo.

Mais notícias

Carregar mais