Band Minas

Chuva forte na região Centro-Sul de BH causa alagamentos e interdita rua

De acordo com a Defesa Civil do município, em duas horas, a região Centro-Sul registrou 75,2 milímetros de chuva, o que corresponde a 91,4% da média esperada para o mês, que é de 82,3 milímetros

Camila Madeira

Em função dos volumes registrados, a Defesa Civil emitiu um alerta de risco geológico
Em função dos volumes registrados, a Defesa Civil emitiu um alerta de risco geológico
Reprodução

A chuva que atingiu Belo Horizonte no fim da tarde dessa terça-feira (2) provocou fortes enxurradas e prejuízos em alguns pontos da cidade. De acordo com a Defesa Civil do município, em duas horas, a região Centro-Sul registrou 75,2 milímetros de chuva, o que corresponde a 91,4% da média esperada para o mês, que é de 82,3 milímetros.

Na Escola Estadual Governador Milton Campos, conhecida como Estadual Central, no bairro Funcionários, a chuva provocou um vazamento no telhado que alagou a instituição. Um vídeo mostra alunos saindo às pressas de uma sala de aula.

A rua Pedro Laborne Tavares, no Buritis, região Centro-Sul da capital, está interditada depois de ser tomada pela lama e obstruída por tapumes de uma obra que foram derrubados.

Moradores também registraram alagamentos no bairro Floresta, nas avenidas Bias Fortes, Mário Werneck, Prudente de Morais e avenida dos Andradas, além dos bairros Araguaia e Barreiro de Cima, na região do Barreiro.

Em função dos volumes registrados, a Defesa Civil emitiu um alerta de risco geológico forte para a regional Centro-Sul e moderado para a regional Barreiro até esta quinta-feira (4).

O órgão recomenda atenção no grau de saturação do solo, sinais construtivos e cuidados coma possibilidade de quedas de muros, deslizamentos e desabamentos. Se observados alguns destes sinais, os moradores devem sair do imóvel e ligar para a Defesa Civil (199). Em caso de emergência, o Corpo de Bombeiros Militar (193) também deve ser acionad

Tópicos relacionados