Band Minas

Familiares e amigos de crianças mortas em chacina protestam e pedem justiça

Os manifestantes estenderam faixas e colocaram fogo em pneus para bloquear parte da rodovia, no sentido Belo Horizonte

Rômulo Martins

Familiares e amigos de crianças mortas em chacina protestam e pedem justiça
Reprodução

Familiares e amigos das crianças mortas em uma chacina em Ribeirão da Neves, na Grande BH, fecharam a MG-10, na entrada de Vespasiano, na noite dessa segunda-feira (27), para pedir Justiça. Os manifestantes estenderam faixas e colocaram fogo em pneus para bloquear parte da rodovia, no sentido Belo Horizonte.

Heitor Felipe Moreira de Oliveira, de 9 anos, e Laysa Emanuele, de 11, foram mortos durante uma festa de aniversário em um sítio, na última quinta-feira (23). De acordo com a Polícia Militar, o alvo do ataque era o pai de Heitor, que também foi morto. Segundo a PM, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas na região do bairro Morro Alto, em Vespasiano. Outras três pessoas ficaram feridas. Uma mulher de 41 anos permanece internada em estado grave.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram os suspeitos passando de carro em frente ao local momentos antes do ataque. No vídeo é possível ver um deles dizendo que o local estava cheio de crianças. Ninguém foi preso.