Band Minas

Jovem denuncia pastor da Universal por racismo em BH

Segundo relato da vítima, homem teria a mandado alisar o cabelo

Mariana Reis* 17/05/2022 • 11:47 - Atualizado em 17/05/2022 • 11:58
Jovem trabalha como assistente de produção para programas de TV da igreja
Jovem trabalha como assistente de produção para programas de TV da igreja
Reprodução / IURD

Uma jovem negra denuncia ter sido vítima de racismo dentro do trabalho. O autor seria um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus.

Ana Clara da Mota Santos é assistente de produção de programas de TV do canal religioso e registrou um boletim de ocorrência contra o pastor e apresentador Lázaro Augusto da Rosa.

De acordo com o boletim, durante a gravação, ela teria observado um ponto de brilho no rosto do pastor, que teria respondido mandando a jovem alisar o cabelo.

Ainda segundo o relato, essa não foi a primeira vez que o mesmo homem fez comentários racistas sobre o cabelo dela, mas desta vez o caso está gravado.

Nossa reportagem pediu um posicionamento da Igreja Universal, que está apurando internamente os fatos do caso e que "repudia e combate toda forma de discriminação, como o odioso racismo".

*Sob supervisão de Laryssa Campos