Band Minas

Homem foragido há 30 anos pelo estupro e morte de duas irmãs é preso pela PM

O homem estuprou duas irmãs e assassinou uma delas há 30 anos em Iguatama, no Centro-oeste de Minas

Laura Couto 19/05/2022 • 18:04 - Atualizado em 19/05/2022 • 18:14
Valderico Bernardes, de 63 anos
Valderico Bernardes, de 63 anos
Reprodução/PMMG

A Polícia Militar prende Valderico Bernardes, de 63 anos, que estava foragido há 30 anos após a condenação pelo estupro de duas irmãs e morte de uma delas. O homem foi preso na cidade de Aporé, interior de Goiás, com documentos de um homem que já faleceu. Valderico estava casado, com filhos, e planejava se candidatar para vereador nas eleições deste ano.

No dia 15 de fevereiro de 1992, Valderico, acompanhado de outros dois homens, sequestrou e estuprou as jovens no município de Iguatama, no Centro-oeste de Minas.

Após o estupro, os criminosos amarraram as duas mulheres em arame farpado e jogaram as irmãs no rio São Francisco. Apenas uma das irmãs sobreviveu, após ser resgatada por um pescador da região. O crime ficou conhecido como o “Caso das irmãs de Bambuí”.

Meses depois, os autores novamente agiram em conjunto e estupraram mais uma jovem, na mesma cidade.

Valderico foi condenado a mais de 73 anos de prisão, mas fugiu da cadeia de Arcos e ficou foragido por 30 anos. Durante os últimos anos, a Polícia Militar fez buscas em Goiás, Distrito Federal, São Paulo e Divinópolis, mas não obteve sucesso.

A Polícia Militar informou que reconheceu o homem em uma postagem no Instagram da filha dele. Na abordagem, Valderico negou todas as acusações, mas a esposa confessou para a Polícia que ele havia cometido os crimes. De acordo com a mulher, os filhos não sabiam do passado do pai.

Valderico será conduzido para Minas Gerais, com escolta policial, ainda esta semana.